sábado, novembro 21, 2009

FIM DO REGIME

> Pela primeira vez alguém teve a coragem de anunciar que a situação económica do país encontra-se num patamar de tão elevada gravidade que o regime está em perigo de chegar ao fim. O professor Medina Carreira afirmou, esta noite na SIC, no programa 'Plano Inclinado', que a situação em Portugal é de tal forma grave que a única salvação do regime democrático está na alteração urgente da Constituição, a fim de que seja instituído um sistema presidencialista.

Medina Carreira adiantou ainda que a situação económica só terá solução caso as mudanças políticas sejam estruturantes, salientando que se essa mudança não se registar urgentemente, o regime presidencialista "poderá ser imposto à força". Quer isto dizer, preto no branco, que as Forças Armadas poderão vir a impôr que o Presidente da República tome as rédeas da governação nacional.

Sem comentários: