quarta-feira, junho 30, 2010

CARMINDICES


Carmindo Mascarenhas Bordalo*



PASSOS COELHO E O CDS: A EVIDÊNCIA

Desde há cerca de um ano que, neste espaço do PPTAO, defendo que a área política não socialista deve estabelecer uma plataforma que ofereça uma alternativa à governação socialista.
Por outras palavras, e mais claramente, o PSD e o CDS devem unir esforços no sentido de se coligarem e encontrarem um projecto de governo comum.
Segundo recentes notícias, a actual direcção do PSD parece que também assim pensa.
É uma prova de lucidez: nas legislativas e autárquicas de 2009, a junção dos votos de ambos os partidos ultrapassava os do PS. Tudo aponta para que tal se continue a verificar - e de modo ainda mais acentuado.
Não é impossível, mas não é fácil ao PSD garantir sozinho condições para governar. Maiorias absolutas de um só partido são dificultadas pelo nosso sistema eleitoral: em 35 anos de eleições, apenas por 3 vezes tal foi conseguido. Só isto é um argumento de monta.
Mas não é tudo. Algo se me afigura ainda mais importante do que a mera aritmética dos assentos parlamentares. Trata-se de um projecto de sociedade que é necessário construir.
Desde 2004 que o PSD vive afogado numa crise interna sem precedentes. Para mim, o grande culpado tem um nome: Cavaco Silva.
Cavaco Silva apostou de forma sistemática em usar a sua influência para destruir o PSD como alternativa séria de governo, mergulhando-o numa permanente guerra civil e tirando-lhe o tapete nos momentos cruciais. Os factos falam por si:
- Cavaco era visita assídua de Sampaio em Belém e fez uma crítica devastadora ao governo de Santana Lopes nas vésperas da dissolução da Assembleia da República (o célebre artigo da má moeda), ajudando a criar um ambiente de crise política;
- em vésperas das legislativas de 2005, Cavaco fez constar na comunicação social que apostava numa maioria absoluta do PS, revelando que não acreditava no seu próprio partido;
- o actual Presidente recusou, ainda, que a sua imagem fosse usada em material de campanha do PSD, mostrando que achava o PSD indigno da sua pessoa;
- já depois de eleito, Cavaco elogiou repetidamente o governo de Sócrates e em finais de 2006 foi ao ponto de louvar o seu carácter reformista numa entrevista à sua amiga Maria João Avilez;
- quando Sócrates esteve envolvido em escândalos que em qualquer País civilizado teriam conduzido à sua queda por falta das mínimas condições de exercício de funções públicas, Cavaco assobiou para o lado ou menorizou a gravidade dos factos;
- as legislativas de 2009 foram completamente abafadas pelo caso da alegada vigilância de Belém por S. Bento: o contra-ataque orquestrado pelo PS através do Diário de Notícias conseguiu que Sócrates aparecesse como vítima de uma tramóia de gente ligada a Cavaco e, só já depois das eleições, este veio prestar declarações que, de algum modo, poderiam ter mostrado que o PS, afinal, não era inocente como queria fazer crer. Recorde-se que a própria direcção do PSD criticou Cavaco por não ter feito os devidos esclarecimentos antes das eleições.
- Cavaco acabou por ser cúmplice de uma das grandes cruzadas legislativas da Esquerda no sentido de destruir as referências históricas e éticas nossa sociedade, ao não exercer o seu veto político em relação à lei do casamento homossexual - o que até lhe valeu a crítica severa do habitualmente pacato Cardeal Patriarca.
Isto para não falarmos da estranha e efémera liderança de Luís Filipe Menezes, que acabou por fazer um grande favor a muita gente, pois renegou a anterior posição do PSD e aprovou parlamentarmente o Tratado de Lisboa ao lado de Sócrates (qee também prometera referendo!), como Cavaco sempre quis.
O resultado foi, pois, um PSD dividido, desautorizado, minado por dentro e enfrentando um Governo que contava com o apoio presidencial.
O PSD tem de reencontrar o seu lugar na política e na sociedade portuguesa. E tem de o fazer com o CDS, um partido ideologicamente claro, com propostas concretas e que tem feito as mais certeiras críticas a Sócrates no âmbito do rendimento mínimo, da despesa pública, da política fiscal, da segurança social e da agricultura.
Há cinco anos que os sociais-democratas são um náufrago à deriva, sem que ninguém tenha memória das suas propostas ou das suas ideias. Os portugueses só se lembram das suas crises e vergonhas públicas.
Um projecto político completo e credível é a única forma de se salvarem. Essa transfusão de sangue tem de vir de fora, porque o sangue interno já se esvaiu todo - e Passos Coelho já o percebeu. Por isso diz contar com o CDS.


*Professor Catedrático Jubilado, cronista residente

JÁ TEMOS O RONALDO!!!

VIMOS A TAÇA POR UMA VUVUZELA

QUEIROZ VÊ FILME AO CONTRÁRIO

> A bronca está lançada. E o pior ainda está para vir. Carlos Queiroz afirmou que se Cristiano Ronaldo não está contente, que "Só está aqui quem quer".
O filme é outro. Os jogadores excepcionais como Cristiano Ronaldo não aceitam treinadores que não percebam nada de futebol. Queiroz é que tem de perceber que está a mais.

PT: GOVERNO CONTRA ACCIONISTAS

> Estado veta venda da Vivo contra 73,91% dos accionistas da PT.

AS PIORES PRIMEIRAS DO MÊS










AS MELHORES PRIMEIRAS DO MÊS

















OS HOMENS NÃO SE MEDEM AOS PALMOS

DISCRIMINAÇÃO NO GOVERNO

> A ministra da Saúde, Ana Jorge, deu ordens que nos hospitais os administradores deixam de poder usar os automóveis que lhes estavam destinados. E os outros gestores?...

NOTÍCIA DE RETRETE (3)










>
Só um terço dos portugueses vai fazer férias este ano.

CARTA ABERTA A JOÃO MARCELINO

Caro Director do 'Diário de Notícias'

O jornal que dirige é histórico. É um jornal sério, apesar de partidário. Os profissionais do DN são uma simbiose de profissionais experientes e de grande qualidade com uma juventude repleta de vontade em aprender.
O DN não pode continuar ao sabor de uma onda de amadorismo que se introduziu pela janela da avenida da Liberdade e que ocupou os gabinetes de Direcção.
O DN está a perder leitores desde que o senhor assumiu a responsabilidade directiva do diário mais enraizado no povo do Sul. Mas esse povo não gosta de artigos desinteressantes, escritos por colaboradores sem nível intelectual, cultural e académico. Não gosta de notícias tendenciosas que, simplesmente, tentam desculpar um primeiro-ministro mentiroso e arrogante que enterrou este país até à miséria, com excepçãp dos novos seiscentos milionários.

O João Marcelino foi director do diário que vende mais exemplares. E sabe perfeitamente a que se deve o topo de vendas do 'Correio da Manhã', apesar de ser um jornal sem nível. Unicamente porque é um jornal que sabe angariar publicidade e apresenta notícias de todo o país que interessam a todo o tipo de portugueses.
O DN prefere apresentar uma primeira página sem interesse, sem vida, sem atracção, sem venda. Convido-o a passar pelas bancas de rua e a observar os potenciais compradores de jornais. Chegam ao local, olham para todos os jornais expostos e depois levam o 'Correio da Manhã'. Fique certo, caro João Marcelino, que a maioria "come com os olhos".
Por outro lado, o senhor há muito que devia ter-se assumido como director do jornal. Preocupar-se com os temas a apresentar, com a qualidade das notícias, com os lobis instalados no jornal, com os erros ortográficos e com as gralhas, com o ensinamento aos jornalistas mais jovens, com os jornalistas que só fazem fretes a pretensos (sem hipótese) candidatos presidenciáveis.
O João Marcelino desde o momento em que aceitou ser direcor deste DN [que perdeu quarenta mil leitores nos últimos quatro meses] apenas se devia preocupar com toda a máquina produtiva do jornal e provocar as mudanças necessárias doesse a quem doesse quando chegasse o momento de cortar aqui ou modificar ali.
Deixe-se de artigos de futebol, deixe-se de pavonear-se por exposições, abandone os ecrãs de televisão. O seu tempo em plenitude deve ser dedicado à Redacção, caso contrário será o descalabro de um jornal de que muitos de nós ainda gostamos.

Cumprimentos

PS - Se se riu com o que escrevi, apenas dizer-lhe que ainda você brincava à apanhada e já eu trabalhava numa Redacção de jornal.

terça-feira, junho 29, 2010

CARLOS QUEIROZ: DEMITAM-NO, JÁ!


Villa, este sim um jogador fora-de-série

>
Quem joga com Ricardo Costa a defesa direito. Quem retira de campo Hugo Almeida. Quem faz entrar Danny e quem joga sem Pedro Mendes desde o início, nunca poderá ganhar à Espanha, não entende nada de futebol e merece ser demitido imediatamente.
O assistente de treinador Carlos Queiroz não tem a mínima noção sequer de quem é David Villa, um dos melhores jogadores do mundo. Villa usou e abusou do seu flanco como quis e lhe apeteceu até marcar um golo inacreditável. O único jogador que conhece profundamente todo o estilo de jogo de David Villa, o nosso defesa Miguel, não jogou.
Hugo Almeida, um verdadeiro ponta de lança, alto, possante, rematador, lutador e goleador foi retirado de campo por um aprendiz de feiticeiro que só não foi eliminado na primeira fase do Mundial porque os jogadores não cumpriram ordens nenhumas do assistente de treinador Queiroz no encontro dos 7-0 à Coreia do Norte.

Danny estava aleijado, sem ritmo, e sem posicionamento nesta selecção foi colocado em campo no momento mais importante para que Portugal ainda pudesse empatar o encontro. Empatar com um remate de Miguel Veloso, talvez. Com uma bola introduzida em profundidade por Deco a Liedson ou a Almeida, possivelmente. Com as opções queirozianas, nunca Portugal poderia ganhar à Espanha.

Destaque e grande aplauso para Eduardo e Fábio Coentrão, os dois melhores jogadores da selecção que não mereciam ter sido orientados por um assistente de treinador que sabe muito pouco de futabol.
Um assobio muito ensurdecedor para Cristiano Ronaldo, que aos 60 minutos devia ter sido retirado de campo. Nem sequer uma jogada em direcção à baliza [como centenas que já fez no Manchester United e no Real Madrid] foi capaz de realizar esta noite. Mas atenção, o assobio é sempre extensivo ao assistente de treinador porque colocou Ronaldo num posicionamento absurdo onde ele nunca poderá ser forte visto ter jogado numa zona atrasada do meio-campo do adversário.
Parabéns à Espanha, um forte candidato ao título.

ADENDA: no final do encontro os jornalistas detectaram que o ambiente no seio da selecção não está pacífico. Quando abordaram Cristiano Ronaldo sobre a derrota, este teve uma resposta de grande gravidade, exclamando: "Perguntem ao Carlos Queiroz!".
Deco anunciou que não joga mais na selecção-
Hugo Almeida desmentiu Carlos Queiroz, dizendo: "Não estava nada esgotado!".

QUEIROZ JÁ ESTÁ ONDE DEVE

PAU PARA TODA A BOLA (41)


O Paraguai ganhou devido à claque

>
Cardozo, do Benfica, poderá ter de defrontar os seus "amigos" portugueses. Cardozo marcou o último penalti com que o Paraguai eliminou o Japão e segue para os quartos.
ESTORIL SOL RESIDENCE

UM DOS MAIORES ESCÂNDALOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL EM PORTUGAL


em breve aqui no PPTAO

NOVOS MILIONÁRIOS

> Três milhões de euros gastos em 19 escolas que podem fechar.

NOTÍCIA DE RETRETE (2)








>
GNR apanha por duas vezes ladrão a dormir.

ANA JORGE DEVE PREFERIR VETERINÁRIOS

> Enfermeiros deixam de integrar equipas do CODU no fim do mês.

AUSTRÁLIA: PRIMEIRA-MINISTRA RUIVA, SOLTEIRA E FEMINISTA






>
Pela primeira vez na história da Austrália uma mulher chega ao poder governativo. E que mulher. Tive o prazer de conhecer Julia Gillard, uma lutadora pelas causas mais elementares do direito ao trabalho, à educação e à saúde. Muito vai mudar naquele país.

SÓCRATES NÃO TEM AFORRO

> Só tem arroto... de postas de pescada.

PAU PARA TODA A BOLA (40)

> Os brasileiros têm de baixar a fasquia da gabarolice e do convencimento. Estão certos que a copa do mundo já lhes pertence. E é capaz de não ser bem assim. Uma coisa é ter jogadores fenomenais, outra é ter uma equipa. No Brasil quando uma das estrelas Kaká, Robinho, Maicon, Fabiano ou Elano pega na bola e faz golo, tudo corre bem. Mas, quando o Brasil encontrar a coesa e bem estruturada selecção da Holanda veremos como saem as coisas. Por ora, o samba continu a ser dançado depois da vitória sobre o Chile (3-0).

SÓ AGORA?

> Finanças investigam contas ilegais na Suiça

segunda-feira, junho 28, 2010

NA CASA DO OUTRO

TACHISTA

GAIVOTAS EM TERRA...

PAU PARA TODA A BOLA (39)

> A "laranja mecânica" continua cheia de sumo vitamínico. A Holanda derrotou a Eslováquia por 2-0, perdão, por 2-1 com um golo eslovaco no último segundo. Holanda segue para os "quartos".

AMIGÃO

> O ex-comandante da GNR, general Mourato Nunes, foi sempre um amigão destes governantes. Mas, eles não se esqueceram de si e já contemplaram a sua filha.
Diário da República, 2.ª série -- N.º 87 -- 5 de Maio de 2010
23815

MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL

Gabinete do Secretário de Estado da Defesa
Nacional e dos Assuntos do Mar

Despacho n.º 7888/2010

1 -- Nos termos do disposto no n.º 3 do artigo 2.º e do n.º 1 do artigo
6.º do Decreto -Lei n.º 262/88, de 23 de Julho, nomeio a licenciada
Ana Margarida Mendonça Mourato Nunes, técnica superior do mapa
de pessoal do Instituto Geográfico Português, para exercer funções de
assessora do meu Gabinete, em regime de comissão de serviço, através
de acordo de cedência de interesse público, ao abrigo do disposto no
artigo 22.º do Decreto -Lei n.º 69 -A/2009, de 24 de Março.

2 -- A nomeada auferirá a remuneração mensal estabelecida para o
cargo de adjunto, incluindo o abono para as despesas de representação,
acrescido dos respectivos subsídios de férias, de Natal e de refeição.

3 -- O presente despacho de nomeação produz efeitos a partir de 1
de Maio de 2010.

8 de Abril de 2010. -- O Secretário de Estado da Defesa Nacional
e dos Assuntos do Mar,

Marcos da Cunha e Lorena Perestrello de Vasconcellos

SILÊNCIO...

> ... que Cavaco vai cantar o fado.

NADA DE FOGUETES

> O presidente da Federação de Futebol demitiu-se. Calma... nada de foguetório... foi em França, pois, em França...

PENSAMENTOS PARVOS (7)

> O lago Alqueva inunda o aeroporto de Beja.

NOTÍCIA DE RETRETE (1)











>
Hospital abre inquérito a mulher dada como morta.

VERGONHA


> Enviaram-me uma carta supostamente assinada pelo vice-almirante Rosa Coutinho a Agostinho Neto. Se a carta é verdadeira constitui uma das maiores vergonhas que jamais algum português com responsabilidade governativa levou a efeito. Na dúvida, vou retirar deste blogue um postal que tinha inserido sobre o almirante vermelho.

JÁ AGORA O RABINHO LAVADO COM ÁGUA DE COLÓNIA

> Medida retroactiva a 2009: Governo exige conhecer juros de poupanças de todos os cidadãos.

ADEUS AO CRÉDITO

> Banca portuguesa ameaça fechar torneira ao crédito.

CONHECE VENEZA?






PÕE-TE A PAU

> Vida vai ficar ainda mais difícil.

MÁRIO SOARES APOIA NOBRE

> Mário Soares finge que só elogia mas obviamente que anda a preparar o terreno para anunciar oficialmente o apoio ao candidato presidencial Fernando Nobre.

OS 10 ESTÁDIOS MAIS INVULGARES DO MUNDO

Taiwan

Croácia

Singapura

Japão

Croácia

Brasil

Arena, Alemanha

África do Sul

Turquia


Aveiro, Portugal