terça-feira, setembro 14, 2010

TADINHO

> O Pedro Tadeu depois de levar o diário "24 Horas" à falência anda agora a afugentar leitores/compradores do 'Diário de Notícias'. Hoje, lembrou-se de escrever uma anormalidade contra o sistema de apoio à saúde dos funcionários públicos, a ADSE. O senhor Tadeu esquece-se que os milhares de funcionários no activo ou aposentados descontam e descontaram durante décadas para o apoio à sua saúde. Que esses beneficiários não têm culpa nenhuma da má governação e gestão da cousa pública que muitos políticos levaram a efeito durante décadas no país. E o senhor Tadeu tinha a obrigação de saber que, no mínimo, devia respeitar os milhares de funcionários públicos e seus familiares que nunca gastaram um tostão ao erário público usando o benefício ADSE. Ou será que o senhor Tadeu não sabe que existem pessoas saudáveis que apenas têm contribuído com o seu desconto? Estou farto destes Tadinhos que só sabem escrever nos jornais à base da demagogia e da presunção. Tadinhos...

3 comentários:

Isabel Magalhães disse...

O sr Tadinho, oops... Tadeu! também não deve saber que os funcionários públicos aposentados descontam 14 meses / ano para a ADSE enquanto que os funcionários públicos no activo só descontam 12 meses / ano.

O porquê da diferença entre uns e outros ainda ninguém me explicou.

joãoeduardoseverino disse...

Muito bem, Isabel.
Por que será que os desgraçados que chegam a velhos depois de anos de trabalho e de desconto é que ainda têm de pagar a factura dos incompetentes que passaram anos a roubar? Também ninguém responde. Ainda hoje ouvi no rádio que vão atacar os pensionistas e aposentados. É a bandidagem em toda a plenitude.
Abraço

Isabel Magalhães disse...

João;

É preciso que se saiba, também, que não foi uma 'benesse' aos trabalhadores no activo, foi um agravamento para os aposentados porque na ADSE todos pagavam 12 meses/ano.

Outro abraço.