segunda-feira, setembro 13, 2010

JORNALISTAS (3)


> José Manuel Oliveira, 'Diário de Notícias'



Dois jovens encapuzados e armados com pistolas assaltaram, ontem, cerca das 05.00, o empreendimento turístico Mourabel, constituído por apartamentos, situado no centro de Vilamoura, Loulé, de onde levaram 1750 euros, após terem agredido violentamente o recepcionista, obrigando-o a abrir o cofre, apurou o DN. Um dos gatunos falava com sotaque brasileiro, enquanto em relação ao outro as forças de segurança pensam tratar-se de um indivíduo de nacionalidade portuguesa, embora tenham dúvidas. Foi o terceiro assalto aos Apartamentos Mourabel registado nos últimos quatro meses. A Guarda Nacional Republicana (GNR) tomou conta do caso, que entretanto já está a ser investigado pela Directoria de Faro da Polícia Judiciária. Este assalto, com contornos violentos a um empreendimento turístico, acabou por surpreender os responsáveis pelo sector no Algarve, numa altura em que, de uma forma geral, muitos destacam o facto de este ter sido "um Verão relativamente calmo" na região. "É sempre preocupante e lamentável qualquer caso relacionado com criminalidade, mas não acredito que seja o regresso àquilo que se registou em 2009" ao nível de assaltos a hotéis e a turistas, disse ao DN o presidente da Entidade Regional de Turismo do Algarve, Nuno Aires, para quem, no entanto, "não é possível ter um polícia em cada esquina".

Sem comentários: