sábado, setembro 11, 2010

JORNALISTAS (1)


> Tolentino de Nóbrega, 'Público'




O provedor do telespectador Paquete de Oliveira criticou o "tratamento diferenciado" dado a Carlos Cruz que “coloca a RTP sobre a acusação de parcialidade e de exercer um ´proteccionismo corporativo´ descabido”.
Em parecer emitido na quinta-feira, antes do conselho de administração da RTP e da ERC ter tomado posição sobre a cobertura da sentença e julgamento do caso Casa Pia, Paquete de Oliveira considera que aquela “instituição de serviço público, não deve ser veículo dos ataques deferidos à instituição Justiça, sem dar lugar ao contraditório da parte dos magistrados e investigadores envolvidos neste processo, aliás, nas circunstâncias processuais, impedidos de o fazerem”.
O provedor da RTP discorda e lamenta que “o tratamento deste assunto não esteja a obedecer a parâmetros de equidade”, privilegiando, com efeito, Carlos Cruz, “provavelmente por critérios editoriais”. No entanto, reconhece que, “no relevo mediático, que este caso sempre teve, desde o surgir da primeira notícia, Carlos Cruz, indevidamente, foi sempre a pessoa mais visada”.

Sem comentários: