quarta-feira, agosto 18, 2010

SAGRES EM MACAU



> O "N.E. Sagres" tem sido falado em todo o mundo pelas razões lamentáveis que se conhecem e que englobam a proibição da China para que o navio atracasse em Macau. A imprensa, rádio e televisão nacional e internacional têm referido o facto como algo de "mentalidade mesquinha" por parte das autoridades chinesas.
Contudo, a referência que me deu maior satisfação em ler [como autor da notícia] foi a publicada no meu antigo jornal HOJE MACAU, pela pena do jornalista Paulo Reis. Um trabalho de grande profissionalismo e rigor, o qual agradeço sensibilisado.

3 comentários:

zeparafuso disse...

Parabens por ter deixado marcas em Macau. pelo que me é dado observar, boas. Mais uma vez parebens!

Carlos Dias Fereeira disse...

João:

Fiquei contente por teres dado uma lição de verdadeiro jornalismo a muitos "meninos e meninas" da nossa praça, apesar das arruaças vindas sempre da mesma "gentinha mediocre" que só tem olhos para o "grande lider da treta".
Abraço.

joãoeduardoseverino disse...

Obrigado ao Zé e ao Carlos. Grande abraço.