sexta-feira, agosto 06, 2010

PARABÉNS, SENHOR EMBAIXADOR















>
Todos sabemos da relutância que a diplomacia internacional tem em nomear embaixadores para determinado país se o diplomata tiver qualquer raiz nesse país em causa. A França fê-lo pela primeira vez e com um luso-descendente. O novo embaixador francês em Lisboa merece todo o nosso aplauso por distinção tão significativa.

Sem comentários: