quarta-feira, agosto 18, 2010

LIMA, LIMÃO

> No Brasil já estão a pensar escrever uma telenovela sobre a história de vida de Tomé Feteira e as repercussões pós-morte do magnata, incluindo a morte da sua companheira de 32 anos. O advogado Duarte Lima continua a enveredar pelo pior caminho no sentido de enviar particularmente para alguns jornais o que lhe interessa, como foi hoje o caso no 'DN' em que o causídico fez publicar a carta que enviou para a polícia brasileira. É um erro de Duarte Lima não enfrentar os jornalistas numa conferência de imprensa. Não sendo assim, a novela não pára como se pode constatar: Contas de magnata passadas a pente fino à procura de desvios.

1 comentário:

zeparafuso disse...

Acho que não é erro de Duarte Lima não enfrentar os jornalistas. Acho que os nossos politicos são assim mesmo. Ainda há pouco ouvi o ministro da administração interna, não responder a uma pergunta de um jornalista, que era relacionada com o evitar os fogos no Gerês, e ele preferiu continuar com os elogios aos Bombeiros. Penso eu que os Bombeiros, preferiam não perder vidas a combater fogos postos, a ouvir os elogios do ministro. Diz o ministro que agora é altura de unir esforços no combate aos incêndios.....não seria melhor preveni-los ? Gente desta não presta para governar ou então, levam-me a pensar que têm interesse em que assim seja.
Um abraço, João.