terça-feira, julho 27, 2010

NÃO DÁ PARA ACREDITAR

> Um jornal sério e de referência como o 'Público' não pode oferecer aos seus leitores um vómito escrito por um analfabeto em determinada matéria. Morreu o Almirante Vasco Almeida e Costa, ex-governador de Macau. Ninguém é perfeito e todos nós temos quem nos louve e quem nos critique. Mas, um jornalista profissional, Nuno Sá Lourenço, não pode mentir, escrever inverdades e trocar a responsabilidade de factos decorridos no território, sem a mínima noção do que escreveu ou com maldade intencional. A vergonha do texto indignou vários leitores e já dei conhecimento do facto à directora do jornal, Bárbara Reis.

Sem comentários: