terça-feira, julho 27, 2010

FLOP DE PROPAGANDA

> O primeiro-ministro regressou à propaganda barata. O porto de Sines não é nada. Não representa nada na economia europeia. Não interessa a ninguém, a não ser para quem gosta de cambalachos. Do porto de Sines não se pode levar mercadoria para lado nenhum. Não há comboios, não há estrada, na há aeroporto. Mas, não se preocupem porque José Sócrates é mágico. Num ápice construirá auto-estradas (quem paga?), construirá ferrovias para o Poceirão (quem paga?), construirá ferrovias do Poceirão para Espanha já em 2013 (quem paga?). Para quê? Para transporte de contentores oriundos de onde? Da China? Com que produtos no interior?
E ainda ninguém disse ao primeiro-ministro que Espanha não precisa nada de Sines, porque tem muitos portos, muito mais importantes, mais baratos e mais modernos...

Sem comentários: