sábado, julho 31, 2010

F1: VETTEL VOLTA À POLE

> Sem dar qualquer hipótese às equipas adversárias, a Red Bull dominou a sessão de qualificação para o GP da Hungria, com Sebastian Vettel a obter mais uma pole position com grande autoridade. A formação de Milton Keynes já havia demonstrado a sua superioridade no traçado de Hungaroring ao longo das sessões de treinos livres e a qualificação confirmou precisamente isso, com Vettel e Mark Webber a lutarem entre si pela primeira posição da grelha para a corrida.
Red Bull 'esmagadora' com Sebastian Vettel na pole -

Com uma volta recorde de 1.18,773s, Sebastian Vettel mostrou-se imperial, batendo Mark Webber por 0,411s, estabelecendo um novo recorde para o sinuoso traçado húngaro.


Atrás dos dois Red Bull, um deserto... Embora confirmando que a Ferrari é mesmo a segundo força atual no campeonato, Fernando Alonso não teve qualquer hipótese de discutir a pole nem sequer de tentar separar os RB6 na primeira linha da grelha. Alonso quedou-se a mais de 1,2 segundos do tempo mais rápido, pelo que a menos que a chuva apareça ou os Red Bull tenham qualquer problema, a corrida será um assunto a discutir entre os RB6. A boa forma da Ferrari ficou demonstrada com o quarto posto de Felipe Massa, embora também ele sem possibilidades de bater os Red Bull.


Na McLaren, Lewis Hamilton minimizou a falta de andamento do seu monolugar face aos Red Bull e aos Ferrari, com o campeão do mundo de 2008 a ficar com o quinto posto, ao passo que Jenson Button foi incapaz de conseguir chegar à terceira fase da qualificação, ficando com o 11º lugar. O atual campeão queixou-se de falta de aderência do seu carro, sem que Button conseguisse perceber a razão para essa dificuldade no monolugar. Numa pista em que a posição na grelha é determinante e as ultrapassagens escassas, Button terá uma corrida bastante complicada amanhã.


Petrov, de la Rosa e Hulkenberg em destaque


Nico Rosberg levou o seu Mercedes ao sexto posto da grelha, com o piloto alemão a minimizar as dificuldades da equipa de Brackley no traçado de Hungaroring. Na Renault, Vitaly Petrov surpreendeu o seu companheiro de equipa pela primeira vez nesta época, ficando no sétimo posto naquele que pode ser considerado como um grande resultado para o russo, a precisar de bons resultados para se manter na F1. Com imensos adeptos polacos nas bancadas, Robert Kubica foi o oitavo da grelha.


A Sauber conta com motivos para sorrir, pois conseguiu imiscuir Pedro de la Rosa no leque dos dez mais rápidos, obtendo o nono tempo por intermédio do espanhol. Já Kamui Kobayashi tenha sido o piloto a ficar com 'a fava' de ficar de fora juntamente com as equipas estreantes de 2010. No entanto, o japonês pode-se queixar de ter sido tapado por um dos HRT na sua última tentativa.


Nico Hulkenberg surpreendeu tudo e todos ao conseguir chegar à derradeira fase de qualificação com o seu Williams a ocupar o 10º posto , demonstrando os progressos do monolugar de Grove. O jovem alemão conseguiu, desta feita, bater o seu experiente companheiro de equipa, Rubens Barrichello (12º).


Schumi e Force India voltam a desiludir


Repetindo uma prestação que tem sido corrente esta temporada, Michael Schumacher não conseguiu, igualmente, chegar à terceira fase da qualificação, quedando-se pelo 14º posto. A Force India também parece não conseguir repetir as boas prestações do início da temporada, com os seus dois pilotos a ficarem arredados da Q3: Adrian Sutil ficou no 13º posto, ao passo que Vitantonio Liuzzi não foi além do 16º posto.


Entre as equipas novatas, houve festas na boxe da Virgin, já que Timo Glock conseguiu bater os dois Lotus.


Q3
1. Vettel Red Bull-Renault 1.18,773
2. Webber Red Bull-Renault 1.19,184
3. Alonso Ferrari 1.19,987
4. Massa Ferrari 1.20,331
5. Hamilton McLaren-Mercedes 1.20,499
6. Rosberg Mercedes 1.21,082
7. Petrov Renault 1.21.229
8. Kubica Renault 1.21,328
9. de la Rosa Sauber-Ferrari 1.21,411
10. Hulkenberg Williams-Cosworth 1.21,710


Q2
11. Button McLaren-Mercedes 1.21,292
12. Barrichello Williams-Cosworth 1.21,331
13. Sutil Force India-Mercedes 1.21,517
14. Schumacher Mercedes 1.21,630
15. Buemi Toro Rosso-Ferrari 1.21,897
16. Liuzzi Force India-Mercedes 1.21,927
17. Alguersuari Toro Rosso-Ferrari 1.21,998


Q1
18. Kobayashi Sauber-Ferrari 1.22,222
19. Glock Virgin-Cosworth 1.24,050
20. Kovalainen Lotus-Cosworth 1.24,120
21. Trulli Lotus-Cosworth 1.24,199
22. di Grassi Virgin-Cosworth 1.25,118
23. Senna HRT-Cosworth 1.26,391
24. Yamamoto HRT-Cosworth 1.26,453

In Autosport

Sem comentários: