quarta-feira, julho 21, 2010

ENGRAÇADO

> Sem graça nenhuma a coisa é engraçada. O líder do PSD anunciou uma proposta para uma revisão constitucional. Pronto. O país pára. O PS reune. O PSD reune. Os comentadores, mesmo os reformados, saltam da toca e esgravatam a favor de Passos Coelho e outros contra o liberal, perdão, o social-democrata. Uns, dizem que Portugal vai "bater na parede" se não se mexer no texto constitucional. Outros, afirmam que é o maior atentado ao estado social jamais visto e que podemos ficar "à beira do confronto" (armado?).
Os canais de televisão não cessam de convidar um fulano pró-PSD seguido de imediato por outro pró-PS. Hora a hora só ouvimos falar a favor e contra as ideias de Passos Coelho. Na maioria dos casos, anuncia-se que a revisão seria uma catástrofe. Mas, se até agora o PSD era acusado de nunca apresentar uma alternativa, vale perguntar: por quê tanta confusão quando se apresentou uma alternativa? Má ou boa, não é a questão. Foi uma simples alternativa e mais, os pseudo democratas não afirmaram sempre que o voto do povo é soberano? Então, esperem pelas urnas... do voto, claro! Não as dos gatos pretos...

Sem comentários: