terça-feira, julho 27, 2010

ATÉ O MARADONA

> A participação no Mundial de futebol por parte da Argentina não correu como os argentinos desejavam, apesar de Maradona não ser o alvo das críticas pelo sucedido. No entanto, numa reunião com os dirigentes da federação do seu país, Maradona não gostou do que ouviu e bateu com a porta. Maradona abandona a reunião com federação e deixa a selecção.
Um exemplo para Carlos Queiroz.

1 comentário:

Pedro Coimbra disse...

O Queiroz está à espera de ser despedido, João.
3 milhões de indemnização em cima do que já recebeu.
Muito gostava eu de levar um pontapé no cu igual a este!!