quarta-feira, junho 02, 2010

ALEGRE CAMPANHA

> Manuel Alegre deu esta noite início à sua campanha eleitoral como candidato à Presidência da República. Alegre mostrou medo de Mário Soares, passou a mão pelo pêlo a José Sócrates, namorou o PCP, evitou ferir o médico Fernando Nobre e desafiou Cavaco Silva a anunciar de uma vez por todas se se recandidata. Segundo as próprias palavras de Alegre, o candidato está à espera de obter votos de gente monárquica, republicana, democrata-cristã, social-democrata, socialista, comunista, reformadora comunista e esquerdista. É obra...

3 comentários:

Anónimo disse...

Se este poeta vai para presidente da República, eu emigro mesmo deste país.

Caro João, não se arranja nada lá para os lados da Tasmânia?

Anónimo disse...

Para além de deputado e poeta, o que é que este senhor fez na vida para merecer ser o chefe da nação??

Pedro Pinto disse...

Portugal pode estar muito mal, cheio de problemas. Mas se este senhor chega a presidente, então é que isto bateu mesmo no fundo.