segunda-feira, maio 24, 2010

O ROUBO FOI ENORME

> Hoje, a notícia que mais me impressionou diz respeito às facturas falsas apreendidas no Ministério das Finaças no valor de sete milhões de euros só com o sector da sucata.
Dá que pensar. Temos o direito de pensar no montante exorbitante roubado a todos nós se atendermos que facturas falsas podem existir relacionadas com outros sectores, nomeadamente, com estradas, auto-estradas, pontes, barragens, açudes, material do Exército, da Força Aérea, da Marinha, da PSP, da GNR, viaturas do Estado, material informático, material eléctrico, mobiliários, cerimónias, banquetes, viagens, e tanta, tanta despesa que foi direccionada para os mais diversos sectores e que envolveu milhares de milhões de euros.
À primeira vista, se as facturas falsas atingirem o que pensamos nos últimos 20 anos, o roubo foi enorme e muito nos admira como é que Portugal ainda não chegou à bancarrota...

Sem comentários: