segunda-feira, maio 31, 2010

O CONVICTO

















>
José Sócrates nunca teve qualquer convicção nas teses defendidas por Manuel Alegre. Durante mais de dois anos foi o alvo privilegiado dos ataques do deputado-poeta. A inimizade ficou bem patente ao longo dos tempos e as tentativas de reconciliação através de jantaradas no Guincho mais pareciam a montanha a parir um rato.
Mas, de repente, eis que tudo mudou. O mundo mudou e a sede do Largo do Rato deixou de ser cor-de-riosa para passar a vermelho, cor da estrela da bandeira da Argélia. Talvez, por isso, é que o secretário-geral do PS depois de calar a boca aos contestatários [com a ameaça da perda dos tachos] conseguiu anunciar o apoio a Manuel Alegre com grande "convicção", afirmando: "Apoio Manuel Alegre de forma convicta".

3 comentários:

Zé Martins disse...

E depois da jantarada o Zézito guinchou na praia?

Pedro Coimbra disse...

lahttp://devaneiosaoriente.blogspot.com/2010/05/o-ps-de-socrates-apoia-alegre-o-ps-de.html

Retornado de Angola disse...

O Manel de Argel ganhou o dia.

O Sócrates tambem ganhou mais do que ir à Venezuela. Pelo menos tapou a boca ao Manel!