terça-feira, maio 25, 2010

MACAU TRISTE

> Em Macau a comunidade portuguesa está chocada. E com razão. Há tempos, mataram um jovem e a informação "oficial" anunciou prematura e abusivamente que se tinha tratado de um suicídio. A família do jovem não gostou e lutou. Lutou muito pela verdade. E continua a lutar. E continuará a lutar porque a mentira e a falsidade imperaram na investigação à morte do bom jovem Luís. A família apresentou agora o relatório da autópsia realizada pelo Instituto de Medicina Legal de Portugal que contraria em absoluto tudo o que foi dito sobre o alegado suicídio.
O diário 'Hoje Macau', dirigido por Carlos Morais José, apresentou à estampa toda a lógica de que se tratou de um assassínio e numa passagem do seu editorial, salientou: "Uma mancha que se alastra a vários departamentos, a diversas individualidades, e mostra como pode ser, neste território, periclitante a nossa segurança, quando tudo nos diz, nomeadamente os próprios indicadores sociais, não existir uma real razão para isso. A culpa, neste caso, não é do excesso de criminosos e de criminalidade. São as falhas dos que aqui estão para proteger os cidadãos que metem mais medo que os próprios bandidos."

A este propósito, recordei-me de outros tempos em que escrevia no meu jornal ´Macau Hoje' sobre a verdade de determinado caso e recebia avisos para me calar.
Ou se publicava pontos de vista que não agradavam a governantes e recebia o corte da publicidade institucional.
Ou ainda, se inadvertidamente e sobre a explosão de um entusiasmo jornalístico absurdo dava a conhecer factos relacionados com gente poderosa e cujos escritos iriam resultar na decisão de alguém, muito "policial", tirar-me a vida.
Sim, eu sei, que estive para ser morto, e que foi precisamente quem era muito poderoso que deu a ordem para que os capangas não levassem por diante o acto criminoso. Segurança em Macau?
Puff!...

2 comentários:

Pedro Coimbra disse...

Caro João,
Esta questão do Luís é aterradora.
Tremo só de pensar na angústia dos pais.
Não sei, e espero nunca saber!!, como reagiria numa situação destas.

Anónimo disse...

O Morais José também já foi ameaçado...