sábado, maio 15, 2010

F1: AUSTRALIANO MARK WEBBER DE NOVO NA POLE

> Nas ruas de Monte Carlo, o 'jackpot' saiu a Mark Webber. O piloto da Red Bull esteve ao seu melhor nível, conquistando a pole position para o GP do Mónaco e garantindo que a sua formação mantém o pleno de poles na temporada de 2010. Com uma volta em 1.13,826s, o australiano ficou à frente de Robert Kubica (Renault) e de Sebastian Vettel (Red Bull).


Mark Webber garante pole position nas ruas do Mónaco -

Foi uma sessão sem Fernando Alonso (devido a acidente violento) mas com muita emoção para definir a grelha de partida para a corrida monegasca. Sem conseguir repetir o domínio do fim-de-semana anterior, a Red Bull voltou a estar em grande destaque, com Mark Webber a destacar-se como principal favorito para a prova de amanhã, sendo o único a entrar no segundo 13. Além disso, Webber consegue bater Vettel uma vez mais.


Depois de um fim-de-semana em que mostrou estar sempre muito veloz, Robert Kubica confirmou essas boas indicações ao levar o seu Renault até ao segundo posto, colocando-se em boa posição para a corrida de amanhã.


Sebastian Vettel levou o seu Red Bull até ao terceiro posto já nos instantes finais, colocando assim três carros com motor Renault nas três posições do pódio. O alemão não conseguiu tirar o melhor partido dos seus pneus na fase decisiva, embora o terceiro posto seja uma boa posição de partida.


Felipe Massa foi o melhor representante da Ferrari, obtendo o quarto tempo depois de parecer, por momentos, que o terceiro lugar na grelha estaria na sua posse. Contudo, a ultima volta de Vettel atirou-o para quarto, imediatamente à frente de Lewis Hamilton. O piloto da McLaren não contou com um monolugar tão eficaz como noutras provas, ficando ainda assim à frente dos dois Mercedes. Nico Rosberg voltou a bater Michael Schumacher, ainda que por meros 0,046s.


Jenson Button não foi além do oitavo lugar, com o McLaren do britânico a enfrentar diversas dificuldades ao longo da sessão. Rubens Barrichello foi uma boa surpresa, ao levar o seu Williams até ao nono posto, ao passo que Vitantonio Liuzzi levou, uma vez mais, um Force India ao décimo posto.


Imediatamente de fora dos dez melhores ficaram Nico Hulkenberg (11º), Adrian Sutil (12º) e Sébastien Buemi (Toro Rosso), que não conseguiu dar seguimento às boas prestações evidenciadas nos treinos livres. Logo na primeira sessão de qualificação ficaram, sem surpresa, os seis pilotos das novas equipas, uma vez mais com os dois Lotus (Heikki Kovalainen e Jarno Trulli) na frente dos dois Virgin (Timo Glock e Lucas di Grassi), ao passo que os monolugares da HRT continuam a lutar entre si pelos derradeiros lugares da grelha, com Bruno Senna na frente de Karun Chandhok.

In Autosport

Sem comentários: