quarta-feira, maio 12, 2010

ATÉ QUE ENFIM

> Que ouvimos um político com uma proposta decente. Pedro Passos Coelho diz que só concordará com aumento de impostos se os salários dos políticos e dos gestores de empresas e instituições públicas baixarem. Até que enfim que apareceu a decência na política. O PSD exige contrapartidas a aumento de impostos.

1 comentário:

Pedro Coimbra disse...

O homem está a somar pontos, João.
Devagarinho, com tranquilidade, vai ser o próximo chefe de governo português.