segunda-feira, abril 12, 2010

JOÃO PALMA(DA)

> O presidente do Sindicato dos Magistrados do Ministério Público desta vez lembrou-se de dar uma "palmada" a muita gente. Gente dita importante, poderosa e decisória. João Palma, o mesmo que não atende o telefone a jornalistas que trabalhem em jornais porque só pretende ser vedeta na televisão, veio meter-se num terreno que lhe pode sair o tiro pela culatra.
Palma veio afirmar coisas gravíssimas relacionafas com as escutas telefónicas. Quem o ouviu falar até pensou que tinha regressado aos tempos de Salazar e da sua PIDE. E se calhar, tem razão, mas terá de provar tão graves afirmações. O sindicalista magistrado afirmou que existem muitas escutas fora do esquema legal e que essas escutas é que são graves porque até servem para fazer chantagem... Hum!... Chantagistas políticos contra agentes da justiça ou chantagistas judiciais contra políticos?

Sem comentários: