quinta-feira, abril 08, 2010

GRANDE PORRADA


"Em Portugal criou-se a noção de que todos sabem de tudo"
Almirante Melo Gomes



> Há muito que os amigos do almirante Melo Gomes, actual chefe do Estado-Maior da Armada, sabem que o senhor não é pêra-doce quando lhe fazem chegar a mostarda ao nariz. A propósito da aquisição dos submarinos, ainda muito recentemente aqui no PPTAO fizemos referência aos "analfabetos" que falam de matéria que nunca lhes tinha passado pela frente dos olhos de uma forma como se tivessem tirado um doutoramento em guerra naval...
E o almirante Melo Gomes, com a sua paciência habitual deixou os "analfabetos" falar e poisar, e ontem, na cerimónia de posse do novo director do Instituto Hidrográfico, chegou-lhes forte e feio para "assar", como o povo costuma dizer.

"De nada servirá conhecer os recursos marinhos se não tivermos meios para controlar a enorme área marítima sob jurisdição e soberania de Portugal. É aqui que o paradigma da Marinha equilibrada - onde obviamente se inclui a fundamental capacidade submarina - se torna determinante,
mal-grado as opiniões contrárias de aprendizes de estratégia de oportunidade". "Em Portugal criou-se a noção de que todos sabem de tudo", concluiu o almirante Melo Gomes (sublinhado nosso), numa referência clara às pseudo diplomatas e colunistas que de submarinos sabem tanto como eu da vida das toupeiras.
Mas que grande porrada que os "analfabetos" apanharam. Esperemos que a Antena 1 e o 'Expresso' deixem de servir para defensores do "analfabetismo" e que os autores dos grandes dislates possam ir aprender qualquer coisinha de estratégia militar e, especialmente, de potencialidades marítimas a partir de uma unidade naval subaquática.

1 comentário:

Carlos Dias Ferreira disse...

João:

A partir de 2005 e com o regime socrático este país passou a ter uns iluminados que sabem de tudo e sobre tudo daí estarmos cada vez melhor!!!
Coitados alguns deles nem reparam nas figuras de parvos que fazem quando falam daquilo que não sabem.