segunda-feira, março 29, 2010

PORTAS AINDA NÃO SABE A VERDADE

> Paulo Portas insurgiu-se hoje contra o governo de José Sócrates pelo facto de este ano não entrar nenhum agente policial e militar para a PSP e GNR, devido a um "erro de planeamento".
O líder do CDS, que falava aos jornalistas após uma visita à esquadra da Reboleira, na Amadora, manifestou uma “preocupação muito séria pelo facto de, por erro de planeamento”, não haver “um único polícia a entrar na PSP ou um único guarda a entrar na GNR” em 2010, apesar de haver aposentações. “No final do ano, vamos ter um efectivo mais pequeno perante uma criminalidade preocupante”, garantiu o presidente do CDS-PP, lamentando que “o governo venha dizer que vão abrir um concurso para 2000 pessoas em 2010 sem dizer a verdade aos cidadãos”.

Paulo Portas ainda não sabe que isto acontece porque a única razão é a inexistência de verbas suficientes para que a PSP e GNR possam admitir mais agentes.

Sem comentários: