quinta-feira, março 11, 2010

GRANDE ESPINHO





>
O socialista José Mota foi presidente da Câmara de Espinho durante mais de 15 anos. Perdeu para o PSD nas últimas eleições e como prémio recebeu o cargo de governador civil. Contudo, quando menos pensava que o seu ripanço político era dourado apareceu a polícia a vasculhar o passado na edilidade. Há suspeita de que teria usado os dinheiros públicos para proveito próprio.
Só ele?...

2 comentários:

Anónimo disse...

E ONDE ESTÃO TODOS OS OUTROS QUE TAMBÉM O FIZERAM?
SERÁ QUE VIVEMOS NUM PAÍS DE CEGOS?

donatien alphonse françois disse...

Onde estão?
No largo do Rato,onde é que haviam de estar?