domingo, março 28, 2010

F1: BUTTON VENCE NA AUSTRÁLIA

> Arriscou e ganhou! Jenson Button venceu o GP da Austrália depois de ter sido o primeiro a arriscar na troca de pneus para seco na fase inicial da corrida, conseguindo com essa 'aposta' bater todos os seus adversários, numa corrida cheia de acidentes e incidentes de princípio a fim.
Jenson Button vence  GP da Austrália  -

Sébastien Vettel liderou desde o princípio até cerca do meio da corrida, mas um falha de travões no Red Bull RB6 teve como causa o abandono da corrida após despiste.


Quem aproveitou bem foi Robert Kubica, que ao colocar-se sempre à margem de incidentes, realizou uma corrida quase perfeita, e terminou no segundo posto, na frente dos dois Ferrari. Felipe Massa foi terceiro, nunca conseguindo passar o polaco da Renault, na frente de Fernando Alonso, que a exemplo do seu colega de equipa levaram até ao limite a utilização dos pneus macios, o qual permitiu a aproximação do duo Lewis Hamilton a Mark Webber na fase final da corrida, mas na luta pelo quarto posto, Alonso defendeu-se bem, Webber que era sexto não conseguiu travar bem e 'enfaixou' o seu Red Bull na traseira do McLaren de Hamilton, saindo ambos de pista.

No final, Alonso (Ferrari) foi quarto, na frente de Nico Rosberg (Mercedes). Lewis Hamilton ( McLaren-Mercedes) foi sexto, na frente de Tonio Liuzzi (Force India-Mercedes). A encerrar os lugares pontuáveis, ficaram Rubens Barrichello (Williams-Cosworth), Mark Webber (Red Bull-Renault ) e Michael Schumacher (Mercedes)

Estratégia perfeita, azar de Vettel

A primeira vitória de Jenson Button com a McLaren fica claramente marcada pela estratégia perfeita, já que o Campeão do Mundo de 2009 trocou os pneus do seu McLaren para piso seco com a pista ainda muito molhada, arriscou, e beneficiou do facto de Sebastian Vettel (Red Bull) ter abandonado devido a uma falha de travões para ficar na frente da corrida, que dominou sem quaisquer problemas até final.

Sensacional Robert Kubica

Robert Kubica foi um sensacional Segundo classificado, mantendo os Ferrari de Felipe Massa e Fernando Alonso atrás de si num final muito interessante, já que os monolugares rodaram praticamente colados muitas voltas. A este grupo que lutava pelo pódio chegaram ainda Lewis Hamilton, Mark Webber e Nico Rosberg, com este último a beneficiar o acidente entre Hamilton e Webber.

Luta intensa pelo quarto posto

Numa tentativa de desapossar Alonso do quarto posto, Hamilton travou tarde, Alonso bloqueou rodas e queimou pneus, e Mark Webber não evitou a traseira do McLaren que rodava à sua frente, ficando ambos na gravilha da escapatória, com Alonso a suspirar de alívio.


Classificação


1. Button McLaren-Mercedes 1h33m36.531s

2. Kubica Renault a 12.034s
3. Massa Ferrari a 14.488s
4. Alonso Ferrari a 16.304s
5. Rosberg Mercedes a 16.683s
6. Hamilton McLaren-Mercedes a 29.898s
7. Liuzzi Force India-Mercedes a 59.847s
8. Barrichello Williams-Cosworth a 1:00.536s
9. Webber Red Bull-Renault a 1:07.319s
10. Schumacher Mercedes a 1:09.391s
11. Alguersuari Toro Rosso-Ferrari a 1:11.301s
12. De la Rosa Sauber-Ferrari a 1:14.084s
13. Kovalainen Lotus-Cosworth a 2 voltas
14. Chandhok HRT-Cosworth a 4 voltas

In Autosport

Sem comentários: