domingo, fevereiro 14, 2010

TIRO AO COELHO

> Pedro Passos Coelho já não terá o apoio dos madeirenses do seu partido no caminho desejado para a liderança. A sentença de morte foi dada por Alberto João Jardim que lhe chamou "traidor" e de estar a fazer um frete ao primeiro-ministro José Sócrates.

1 comentário:

Pedro Coimbra disse...

Quando li o título, pensei que era ao outro Coelho.
Aquele que obra muito.
Eu também já obrei muito.
Está certo que foi na véspera de uma colonoscopia e depois de ter tomado um laxante.
Mas obrei muito!
Pois, mas não é o Coelho que obra, pois não?
OK!
Abraço