sexta-feira, fevereiro 12, 2010

NOITE TELEVISIVA

> Esta noite, vários comentadores foram à televisão. António Capucho, Teresa Caeiro, Luís Fazenda, Adelino Maltez, Henrique Monteiro, Octávio Ribeiro, João Cândido da Silva, Manuel Gaspar, Martim Silva, Ricardo Costa e Nicolau Santos, entre outros, falaram perante os portugueses apenas sobre o caso 'Face Oculta'. Deviam ter ficado em casa. Estamos fartos que uma porcaria de cambalachos feita por um primeiro-ministro e seus acólitos já esmiuçada até ao tutano, ainda seja motivo de debate exclusivo.
Com esta porcaria, não se fala do mais importante. Da desgraçada política levada a cabo por este primeiro-ministro que levou o país para o fundo da tabela europeia e o povinho para a miséria. O importante para qualquer canal de televisão é que não embriague o povinho com o supérfluo. O importante é falar do desemprego, da falta de apoio social, dos hospitais que não funcionam, dos lares que a Santa Casa não construiu, das pequenas empresas que vão fechar a porta, das reformas de miséria e dos desempregados sem subsídio.

1 comentário:

a.marques disse...

Pior, paira no ar uma atmosfera de respeitinho reverencial que nos molda e nos comprime. E só com pinças delicadamente desinfectadas alguém se atreve a ir além de incisões superficiais. Contenção cerimoniosa e conivente ainda é o melhor remédio. Até que a estátua caia; martelos, serrotes e machados em estado de prontidão para os golpes profundos quando apenas restar entulho. Bater em mortos é a nossa sina e os nossos troféus. São as nossas envenenadas vitórias.