quinta-feira, fevereiro 04, 2010

JORNAL DO PAU

> Todos sabemos das dificuldades que grassam no sector da comunicação social, nomeadamente, na imprensa. Os jornais têm uma vida difícil, particularmente para as publicações que seguem uma linha crítica ao poder político instituído. Nessa conformidade, também o JORNAL DO PAU sentiu as maiores dificuldades de sobrevivência, suspendendo hoje a sua publicação e podendo regressar às lides quando eventualmente um grupo de jornalistas quiser unir-se à volta de um projecto profissional.
O blogue, esse querido PPTAO, continuará por aqui a difundir qualquer coisa que vos possa agradar. Abraço todos os que nos leem pela amizade e solidariedade, o que sempre nos têm manifestado.

12 comentários:

Nuno Raimundo disse...

Força!

abr...prof...

Carlos Dias Ferreira disse...

João:

Só podes estar a brincar, este Jornal nunca pode acabar é o nosso espaço de LIBERDADE.

jes disse...

Carlos

Só leste uma parte. (...) "O blogue, esse querido PPTAO, continuará por aqui a difundir qualquer coisa que vos possa agradar...

Como deves calcular é necessária muita disponibilidade para manter algo que as pessoas se sintam constantemente informadas do que se passa à nossa volta. E como não consegui um patrocínio para o "Jornal do Pau", e como me falta tempo para ler livros e escrever outras coisas, o blogue será igual a tantos outros. O que puder ser cá virá. OK?

Abraço

PS - Entretanto, podes pedir aos amigos do Sócrates para ele deixar de me prejudicar. Não, não sou outro Crespo. O meu caso é muito pior. Mas, por enquanto não quero falar no assunto.

CPrice disse...

.. desde que te mantenhas por perto João.
às vezes capitular não é mais que assumirmos as nossas limitações, não em qualquer sentido pejorativo até porque todos as temos.

Um abraço e um beijinho
Cat

jes disse...

Claro que me mantenho por perto, Catarina.

Já capitulei várias vezes e deu para aprender uma coisa: redobra as forças para nos levantarmos... ;-)

Outro e outro, para ti.

a.marques disse...

Sem uma boa paulada não somos nada. Espero que possamos continuar AQUI tanto a dar como a levar. E acima de tudo que nunca deixemos que cortem o bico a qualquer roxinol.

Antonio disse...

um grande abraço desde o México.

Obrigado pela dedicação que pões neste blog... e melhores dias virão

Pedro Barbosa Pinto disse...

Então ainda ontem tinha admitido ao serviço aquele lindo schnauzer... :)

Espero que seja só uma questão de nome do blogue.

O meu pré-letrado passou para o sapo.pt

Um abraço e força

joão eduardo disse...

Obrigado, António.
Há por aí uma tequilla?... :)

Pedro Coimbra disse...

Vocês fecham o blogue e eu vou de Macau a Portugal e dou-vos um pontapé nesses cus!
Há "companhias" que a gente não dispensa.

Pedro Coimbra disse...

Vocês fecham o blogue e eu vou de Macau a Portugal e dou-vos um pontapé nesses cus!
Há "companhias" que a gente não dispensa.

joão eduardo disse...

Não, caro Pedro Coimbra. Ninguém falou em fechar o nlogue.

Abraço