segunda-feira, fevereiro 01, 2010

GOVERNO SEM VERGONHA

> Quando a crise faz apertar o cinto ao povinho. Quando o governo socratino apela aos sacrifícios. Quando o país se endivida diariamente. Quando os salários da Função Pública são congelados. Quando um Orçamento de Estado sacrifica os mais desprotegidos e retira benefícios aos idosos penalizando as pensões. Quando tudo isto acontece, a equipa de ministros de José Sócrates vai aumentar em 3,2 por cento os gastos em carros e viagens.
Vergonhoso, revoltante e criminoso, simplesmente. Com o fisco a leiloar milhares de carros que podem servir perfeitamente para serviço dos ministros e outros agentes da administração, o governo decide gastar uma fortuna em carros e viagens dos senhores ministros. E, espantem-se, para que a vergonha seja maior, não estão incluídos os carros, viagens, hotéis, telemóveis e combustíveis dos secretários de Estado e demais equipa.

1 comentário:

Anónimo disse...

OS "SOCIALÍRICOS" JÁ PERDERAM TODA A VERGONHA, SE É QUE ALGUMA VEZ, E DESDE O SEU FUNDADOR, A TIVERAM.
OS INÚMEROS EXEMPLOS QUE NOS TÊM SIDO DADOS DESDE A "REVOLUÇÃO DOS CRAVOS" CONSTITUEM TESTEMUNHA VIVA DO ACIMA AFIRMADO.