segunda-feira, fevereiro 15, 2010

É POR ISSO QUE ELES SÃO MILIONÁRIOS

> Há uns meses, um português que nunca saiu do país e que é motorista particular de um presidente de um banco falava-me sobre uma conversa que o seu patrão tinha tido com um amigo sobre Macau. E o motorista perguntava-me se as pessoas que estiveram em Macau eram todas milionárias. Expliquei-lhe em pormenor o assunto. Referi-lhe que há pessoas que tiveram funções de governo ou de decisão em Macau e estão realmente muito ricas - como diz o motorista - milionárias, e que há outras que lucraram com o seu trabalho bem recompensado.
Efectivamente, existe pelo menos uma centena de portugueses que possui mais de 5 milhões de euros como fortuna pessoal em resultado da sua passagem por Macau. E existem milhares que daquele território trouxeram umas mobílias chinesas, umas poupanças para a compra de um carro e de uma casa e pouco mais. O homem olhou para mim com ar de dúvida, duvidoso de não serem todos "milionários" e após outras explicações [que são impublicáveis] lá se convenceu que realmente, milionários, só alguns.
Vem esta conversa a propósito de ter lido hoje na imprensa que Pedro Santana Lopes, Paulo Portas, Nairana Coissoró, Armando Vara e outros directores de empresas públicas, teriam tido umas prendas passadas pelo sucateiro Manuel Godinho na ordem dos 20, 50 ou 70 mil euros. Não acredito. É impensável que portugueses a ocupar cargos de suma importância se vendessem por uns miseráveis patacos. Se se tratasse de dois ou três milhões de euros, aí acreditava. Soube de compatriotas nossos que depositavam na Suíça mais de 1 milhão de dólares de cada vez. Há chineses que sabem o mesmo que eu sei...

2 comentários:

Anónimo disse...

granda post. fico mesmo parvo com certos tugas que andaram por macau. por isso é que esses manos têm fundaçoes.

João António disse...

E nós também devíamos saber, o problema é que eles continuam em cargos acima de nós. Será?
Abraço