quinta-feira, fevereiro 18, 2010

CORONEL MORAIS DA SILVA DESMASCARA MILITARES QUE ROUBAM O ESTADO



>
O militar de Abril, coronel Morais da Silva arrasa como é seu timbre, sem receio de nada, vários militares que andam a ser promovidos sob contestação. As promoções não param. Esta quinta-feira foram publicadas em Diário da República as promoções de mais 17 antigos militares que se dizem prejudicados pela sua participação no 25 de Abril. O coronel Morais da Silva diz que é «uma vergonha» e «um escândalo».
Segundo o jornal 'Sol',
o número de militares promovidos já anda perto dos 400. Esta quinta-feira foram publicadas em Diário da República as promoções de mais 17 ex-militares que se dizem prejudicados pela sua participação no golpe de Estado do 25 de Abril.
O coronel Morais da Silva, que classifica de «garimpeiros» a maior parte dos militares que usaram uma lei de 1999, diz ao 'Sol' que este processo é «uma vergonha» e «um escândalo».

«Estão a roubar o Estado. Isto é um roubo» , afirma este capitão de Abril, explicando que na lista que hoje foi publicada existem casos de antigos militares que saíram das Forças Armadas porque quiseram e que agora vieram reclamar ter sido obrigados a isso.

Mais: acusa a comissão da reconstituição de carreiras, presidida pelo almirante Martins Guerreiro, de estar a «desencalhar» processos que o anterior presidente se recusou a aprovar.

A promoção dos ex-militares é feita ao abrigo de uma lei de 1999, cuja aplicação não tem fim à vista. «A podridão é total» , desabafa o coronel, não escondendo a sua indignação.

4 comentários:

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Anónimo disse...

Náo desmerecendo o oficial referido, o Morais da Silva do artigo é de artilharia do Exército e tem-se batido contra estas promoções desde o início. Com muito pouco apoio, registe-se.
João Mendes

joão eduardo disse...

Obrigado, João mendes. Já rectifiquei o postal.
Abraço