sexta-feira, fevereiro 05, 2010

CARMINDICES



Carmindo Mascarenhas Bordalo*


THE ODD COUPLE


> A imundice revelada pelas escutas não é nova.
Sócrates até já foi apanhado a mentir para a esconder.
Mas a verdade é que temos de suportar a criatura.
Há uns anos largos, a RTP transmitiu uma série cómica intitulada "Sozinhos em Casa", baseada na sitcom americana "The Odd Couple": dois divorciados que moravam juntos, um muito asseado e certinho (Félix) e um incrível desmazelado (Óscar).
Andavam sempre em conflitos e situações absurdas, mas no fundo entendiam-se e tinham um enorme afecto mútuo.
Troque-se Félix por Aníbal e Óscar por José. E substitua-se afecto por conveniência. Assim, já percebemos por que é que temos de aturar estas misérias.
O certinho aceita tudo ao desmazelado porque, na sua aritmética calculista, não tem outro remédio.
Os restos de sandes de atum que Félix encontrava nos sítios mais improváveis são as escutas que estão agora nas bocas do mundo. Por muito nojo que lhe provoquem, Aníbal tem de as suportar.
Ainda há 5 anos Portugal tinha uma imprensa que criticava livre e impiedosamente os governantes. Um ministro queixou-se em público dos tratos de polé que um comentador dava ao executivo e já se clamava que havia atentado à liberdade de expressão.
Se isso é verdade, pela mesmo lógica vivemos hoje no mais completo regime totalitário, como comprova a vergonha que hoje está escarrapachada nas páginas do SOL.
Se Santana Lopes era má moeda, isto já nem moeda falsificada é: trata-se de escórias.
Aníbal que vá aguentando o desmazelo de José. O problema é que nos obriga a fazer o mesmo.
PS: Para descontrair, cá vai o original, inócuo e divertido, ao contrário da versão Belém/São Bento: http://www.youtube.com/watch?v=2be6jGwLoJ0.


*Professor Catedrático Jubilado, cronista residente

Sem comentários: