segunda-feira, fevereiro 15, 2010

ALEGRE PRESIDENTE

> Na residência de um ilustre socialista discutiu-se sábado à noite a eleição de Manuel Alegre como Presidente da República. E como foi a táctica? Simples: José Sócrates tem de ser substituído. De primeiro-ministro? Não. De secretário-geral em congresso extraordinário e colocado no seu lugar António José Seguro. Assim, ficaria garantido o apoio oficial do PS à candidatura de Manuel Alegre, resultando daí uma vitória certa à segunda volta.
Conspiração? Não. Alta política... porque foi num 11º andar...

Sem comentários: