segunda-feira, fevereiro 01, 2010

100 DIAS


> Este governo de José Sócrates pode festejar os 100 dias de actividade com uma bombinha carnavalesca de mau cheiro a rebentar em pleno gabinete do primeiro-ministro.
100 dias de triste governação. Propagandista, incompetente, mentiroso, descredibilizante, titubeante, medíocre, inquieto, periclitante, fingidor, chantagista, pragmático, dialogante, imprevisível, heróico, inconclusivo, deficitário, gastador, ofegante e banal, são alguns dos epítetos com que os portugueses contemplam o governo de Sócrates. A maioria critica contundentemente esta forma de governar absolutamente em prejuízo do povo.
Os socialistas dirão que estamos enganados e nós confrontamo-os com um simples exemplo: Por que razão o governo não exije o fim da cartelização dos preços dos combustíveis e não exije que os preços de venda ao consumidor sejam os verdadeiramente justos entre 80 e 90 cêntimos/litro?

1 comentário:

a.marques disse...

Lyngerie tipo boutique alcofa ou negócio da roda quadrada. Antes anunciavam câmaras de ar que nunca furam, agora oferecem remendos que nunca colam. Estes publicitários!