quinta-feira, janeiro 21, 2010

TANTA CONVERSA INÚTIL

> Temos assistido às mais variadas e parvas discussões sobre a adopção de crianças por homossexuais. No Parlamento tem sido um chorrilho de asneiras que diz bem da incompetência da maioria dos deputados. Se discutiam o sexo dos anjos ou o regresso de Cristo á Terra, ninguém conseguiu vislumbrar. E por quê? Porque todos os que combatiam ou defendiam a adopção nem sequer sabiam que a legislação actual sempre permitiu a adopção por parte de homossexuais.
Só em 2009 trinta e sete pessoas isoladas adoptaram uma criança. 25 mulheres e 12 homens a quem ninguém perguntou se eram homossexuais. E por sinal, alguns deles são homossexuais. Afinal, tanta conversa inútil para quê...

Sem comentários: