quinta-feira, janeiro 21, 2010

SPORTING: RUA COM SÁ PINTO

CENA DE PANCADARIA NO BALNEÁRIO DO SPORTING

> O Sporting não pode ser dirigido por arruaceiros e "boxeurs". Ontem, depois da vitória vergonhosa e sofrida de 4-3 com o Mafra (III Divisão), o director desportivo Sá Pinto concocou uma reunião de emergência no balneário. Sá Pinto mostrou-se agastado com o golo sofrido por Rui Aparício depois de um alívio de bola mal executado. A reunião no balneário, segundo as nossas fontes, descambou numa acesa discussão entre Sá Pinto e os jogadores, e a dado momento, a vias de facto com cenas de violência. Sá Pinto e Liedson envolveram-se ao murro e pontapé, tendo o melhor jogador do Sporting manifestado a Sá Pinto que os jogadores não admitiam ser tratados como animais.
Um caso vergonhoso e desprestigiante para o Sporting com Sá Pinto a regressar à violência física inadmissível no seio de um clube secular como o Sporting. Recorde-se que, há anos Sá Pinto agrediu o seleccionador nacional Artur Jorge por este não o ter convocado.
As cenas de violência que se geraram no balneário do Sporting esta noite devem merecer de todos os sportinguistas o mais vivo protesto e a exigência da expulsão imediata de Sá Pinto da direcção desportiva do futebol leonino.

Sem comentários: