sábado, janeiro 16, 2010

OLHA QUE NOVIDADE








PEDRO SANTANA LOPES DIZ QUE "O PSD ESTÁ COMPLETAMENTE DESFEITO"

> La Palisse no seu melhor. Há muito tempo que todos sabemos que o PSD é uma manta de retalhos muito rota e muito desfeita, mas Santana Lopes peca por se ter enrolado a essa manta para se candidatar a presidente da Câmara de Lisboa e só agora confirmar o que era claro há muito tempo.
Pedro Santana Lopes concedeu a entrevista ao 'Expresso' não se sabe bem para quê. Para ser líder do PSD? Não, porque diz que o partido "está completamente desfeito" e jura que não será candidato, apesar de ser o promotor do congresso extraordinário.
Para lançar Paulo Rangel na liderança do partido? Talvez, porque diz que o "Paulo Rangel é o mais estimulante" e que "Passos Coelho ainda é uma carta por tirar".
Para agradecer a Cavaco Silva a condecoração? Talvez, porque diz que "Cavaco tem condições para ganhar. Recuperou fantasticamente com a mensagem de Ano Novo. Apoiarei a recandidatura".
Para dizer que ainda está vivo para um dia ser PR? Talvez, porque diz [para que ninguém se esqueça] ter afastado o sonho presidencial, sublinhando que "Não tenho percurso para ser PR"... (faz lembrar o diabético que sempre vai comendo bolos)

O mais positivo da entrevista: Pedro Santana Lopes demonstra que ficou a saber o que são os falsos amigos. "Houve gente que me virou as costas depois de eu ter sido quase proscrito por uma parte do sistema político. E esses não foram tempos fáceis. Saí dos salões dourados para uma sala no Chiado que era metade deste gabinete. Se dissesse que não me senti sozinho estava a mentir".
Com este episódio, Santana Lopes poderá ter-se tornado num cidadão mais humilde, mas ainda não aprendeu a lição porque já recuperou muitos desses "amigos" que lhe viraram as costas. Enfim... que continue a desprezar as pessoas que o poderiam ajudar honestamente.

3 comentários:

Carmindo Mascarenhas Bordalo disse...

Caro João Severino,

Com este texto acaba possivelmente de perder um colaborador aqui no Jornal! Jamais serei capaz de igualar uma análise tão lúcida e realista como a que acaba de fazer. Por isso, não trago qualquer mais-valia...
Considero notável - repito, notável - a avaliação do percurso e circunstancialismos de Pedro Santana Lopes e, mais ainda, da oportunidade que este perde ao não se rodear de quem deve mas sim da camarilha do costume.
Aceite os meus parabéns. O Jornal do Pau tem aqui um editorial que faz inveja a qualquer jornal português, incluindo os incensados EXPRESSO, PÚBLICO e DN.

jes disse...

Caro Professor Carmindo

A sua amizade cega-o. Não sou merecedor de tal distinção porque escrevo os testos "ao corrido", sem preocupações de patentear um português eclético, e a "pressa" para deixar o máximo de informação leva, por vezes, que os textos nem sejam revistos.
Mentia-lhe, se dissesse que o seu elogio não me caiu fundo. Foi um louvor que vale mais que 10 medalhas no 10 de Junho, se assim lhe posso dar uma comparação do que senti.
Grande abraço

jes disse...

Errata

... os textos