sábado, janeiro 30, 2010

O QUE É QUE BELMIRO QUER MAIS?

> Esta tarde, ao passar numa artéria de Lisboa na companhia de um amigo, este indicou-me dois prédios novinhos em folha e disse-me que eram do Belmiro de Azevedo. O quê? Aquele do Colombo? Dos prédios no Porto? De propriedades por todo o país? Da Sonae? Da Optimus? Do Continente? Do 'Público'?...
O meu amigo disse-me que eu nem sabia da metade do império existente nas mãos de Belmiro Azevedo. Afinal, o homem ao arrasar com Cavaco, com Sócrates, com Alegre, com Ferreira Leite, com tanta e tanta gente com poder, o que mais quererá? Ser proprietário do mar, do ar e da mercearia do tio Manuel da minha rua?
Infelizmente, há homens que se esquecem que todos vamos deitados e só com o fatinho...

4 comentários:

a.marques disse...

Aguarda-se uma manifestação de Belmiros por um lar e pelo pão contra a má fortuna. Abaixo todos os poderes que lhe causaram miséria. Belmiro amigo, o povo está contigo!

S.C. disse...

Bem observado. E há quem nem sequer goze o que tem, na ganância de ganhar mais e mais. Uns pobres!

O Pinoka disse...

Aconselho vivamente a ler a entrevista á revista “Visão” e só depois então proferir opinião. Ler apenas as manchetes por vezes distorce a nossa própria visão.

manuel gouveia disse...

O ar que respiramos ainda não lhe pertence! Como lhe pôde escapar esse negócio?