sábado, janeiro 16, 2010

JESUALDO ARROGANTE

> 1. O FC Porto jogou mal contra o Paços de Ferreira. A seis minutos do fim estava a perder por 0-1. O árbitro expulsou indecentemente um jogador do Paços que jogou a bola com o peito e que só ele, árbitro, viu que foi com a mão, logo após o FC Porto empatar. O árbitro anulou mal um golo ao FC Porto mas os portistas esbanjaram mais de 10 golos. O FC Porto empatou por sua culpa e no final, Jesualdo Ferreira, no lugar de admitir que não tem uma super equipa, antes pelo contrário, atirou as culpas pelo empate em casa, ao árbitro. Arrogância e mau perder.

2. A desgraça de um grande jogador. Helder Postiga é indiscutivelmente um dos melhores avançados portugueses. A má sorte apoderou-se do jogador e alguma bruxa rogou-lhe uma praga. Há muito que não marca um golo pelo Sporting. Os seus remates passam ao lado da baliza e para desgraça maior o seu treinador retirou-o de campo no encontro desta noite com o Nacional, num momento em que as equipas estavam empatadas 1-1, para fazer entrar Liedson. Para cúmulo da desgraça de Postiga, o regressado Liedson, ao fim de poucos minutos já tinha marcado dois golos. A desgraça de uns, sempre serviu para a glória de outros. É a vida...

5 comentários:

TOZE Canaveira disse...

O pintinho vai ter um pedroto, perdão, osso duro de roer.
E deu conferência de imprensa?
Não estava lá a Bola?

TOZE Canaveira disse...

O pintinho vai ter um pedroto, perdão, osso duro de roer.
E foi à conferência de imprensa?
Não estava lá a Bola?

joshua disse...

Concordo contigo, meu caro João. A mim tem-me acometido sistematicamente um mau perder (pontos) sempre que o FC Porto escorrega. Não consigo habituar-me à ideia. Sei que estou errado, mas é a paixão a falar mais alto.

Quando as coisas correm bem, avultam a nobreza e a liberalidade. A natureza humana é assim.


Abraço
joshua

Pedro Barbosa Pinto disse...

Dum Sportinguista:

O Porto poderá ter jogado mal (não vi), o Jesualdo é arrogante (pior que isso quanto a mim que não esqueço o comportamento dele com o Boavista) e estaria a perder 0-1 a 6 minutos do fim (a 4 dos noventa segundo a ficha do jogo).

Mas meu caro João, O Porto empatou primeiro e só passados três minutos um jogador do Paços foi (mal e indecentemente) expulso (desculpe-me, mas lendo o que escreveu pode-se ficar com a ideia que a expulsão teria facilitado à obtenção do golo do empate).

Rezam as crónicas que o árbitro também terá (mal e indecentemente) anulado um golo a Falcão.

Um abraço :-)

Anónimo disse...

E o Bento, ainda suspiram por aquela nulidade técnica que se sentava ao lado da outra nulidade, Barbosa de seu nome?

Há coisas fantásticas não há??

PS:Postiga que se aplique mais nos treinos!

Anti