quinta-feira, janeiro 07, 2010

ESCÂNDALO ATINGE FORÇAS ARMADAS

> 2,8 mil milhões de euros é o montante inacreditável dos negócios ligados às empresas que venderam ao longo dos últimos anos às Forças Armadas portuguesas helicópteros, submarinos, aviões de transporte, viaturas blindadas e carros de combate.
As razões da saída dos negócios entre as Forças Armadas e as empresas por parte da sociedade de advogados 'Sérvulo & Associados' deveria merecer a maior e mais profunda investigação. A actividade [ou inoperância] da Comissão de Contrapartidas chefiada pelo diplomata Pedro Catarino deveria ser exaustivamente investigada.
2,8 mil milhões de euros não é a mesma coisa que a compra de uns BMW's e Audi's para os senhores governantes se pavonearem.

Sem comentários: