quinta-feira, janeiro 28, 2010

CANTINHO DO POEMA











Liliana Fernandes



Amarra-me!
Prende-me
Entre as
Tuas pernas.
Escapo-me,
Caminhando nas
Entrelinhas dos gestos e,
Sorrateiramente,
-
Mergulho-te,
Encontrando-me, por fim, em ti.

H
eroicamente
Olho-te.
Jogo-te um piscar maroto e
Entregamo-nos aos

E
cos de prazer.

D
emoramo-nos,
Encaixados no
Peso um do outro.
Os corpos, antes
Incautos,
São agora telas pinceladas pelo carimbo do nosso sabor.

1 comentário:

Anónimo disse...

"Apetece-me hoje e depois" os teus poemas...a força das tuas palavras, que nos faz transpor da escrita para os actos, que nos traz à memória esse estado de alma chamado sedução...Os meus parabéns por este poema muito lindo.

beijos
"gosto"