quinta-feira, fevereiro 19, 2009

Olhar o mar através da língua


O projecto “Mares – Olhares da Língua Portuguesa” foi lançado durante o jantar de encerramento das Correntes de Escritas – um encontro de escritores de expressão ibérica, iniciativa da Câmara Municipal da Póvoa do Varzim, que comemorou este ano os seus dez anos de existência e contou com a participação de mais de cem escritores convidados.

O projecto, tendo o Mar como tema central e fio condutor, propõe-se reunir diversas sensibilidades entre artistas dos países de expressão portuguesa, estabelecendo pontes, encorajando as novas gerações a integrar o Mar no seu imaginário e a utilizá-lo como matéria-prima da sua produção artística. Neste primeiro ano, as artes privilegiadas são a Literatura (no formato Conto) e a Fotografia: cada dupla será constituída por um escritor e um fotógrafo, apresentando em conjunto uma obra para uma colectânea a reunir em livro no final do ano. Para além dos nomes já convidados a participar – todos eles de grande prestígio na sua área – haverá um concurso público, que funcionará nos mesmos moldes e será aberto a todos os que queiram concorrer. Será criado um site, para onde convergirão as candidaturas e que servirá de ponto de encontro e debate para todos os que se interessem pelo universo da língua portuguesa e pelo mar, desde concorrentes a simples curiosos. A dupla vencedora do concurso público terá direito a um prémio pecuniário, além da publicação do seu trabalho junto dos consagrados.

O objectivo do projecto Mares é ir alargando o seu âmbito a todas as formas de expressão artística, lançando o desafio a duas delas em cada edição, sempre em conjunto. Pretende-se que esta iniciativa evolua e se torne, com o tempo, num grande festival de artes, tendo sempre o Mar como elo de ligação. Entre o evento de lançamento (anunciando as duas modalidades de cada ano) e o evento de encerramento, decorrerá sensivelmente o período de um ano, durante o qual haverá diversas animações promovidas pela organização do Mares: palestras, debates, exposições, projecções de filmes, peças de teatro, concertos, etc.

A adesão dos escritores e fotógrafos a esta primeira edição do projecto Mares foi entusiasmante, estando já confirmadas cerca de vinte duplas, que incluem nomes tão significativos como Pepetela, José Eduardo Agualusa, Luís Fernando Veríssimo, Adriana Lisboa, Pedro Rosa Mendes, Jorge Barros, Rui Ochoa e Luís Barra, para citar só alguns de entre tantos sobejamente conhecidos.

O projecto “Mares – Olhares da Língua Portuguesa” tem os seguintes promotores e associados:

  • Associação Amar o Mar (coordenação geral)
  • Sextante Editora, Guimarães Editores e uma editora brasileira a designar (edição)
  • Luis Vasconcelos (coordenação fotográfica)
  • Atelier Henrique Cayatte Design (design e coordenação gráfica)
  • B&G Eventos / Imagegate (comunicação e organização dos eventos)

Sem comentários: