quinta-feira, janeiro 31, 2008

Processo Casa Pia visou decapitar o PS

O bastonário da Ordem dos Advogados, António Marinho Pinto, afirmou no programa "Grande Entrevista" da RTP, transmitido esta noite, que algumas detenções realizadas no decurso do processo Casa Pia visaram "decapitar o Partido Socialista".
Entrevistado por Judite de Sousa, Marinho Pinto considerou que tais acções foram orientadas nesse sentido pela Polícia Judiciária (PJ).
O bastonário mostrou-se muito crítico em relação ao processo Casa Pia, dizendo que "Acusou-se impunemente. Prendeu-se impunemente pessoas que estavam inocentes. Mal chegaram à presença de um juiz foram imediatamente exculpados".
"Aquilo visou decapitar o Partido Socialista (PS), não tenho dúvidas nenhumas. Aquilo esfrangalhou a direcção do Partido Socialista", acrescentou.
Em sua opinião, as detenções foram orientadas politicamente pela Polícia Judiciária, alegando: "Foi orientado nesse sentido. Até ao líder do PS lançaram-se suspeitas".
Marinho Pinto disse, também, que a PJ actua em "roda livre", mostrando-se crítico em relação à Judiciária, a qual deveria obedecer ao Ministério Público e não ao Governo.
"A lei diz que PJ depende funcionalmente do Ministério Público, mas não está. A PJ, que é a principal polícia de investigação criminal em Portugal, está em roda livre", comentou Marinho Pinto.
Acerca da PJ disse ainda: "Se formos a ver bem as coisas, se calhar depende mais do Governo do que do Ministério Público, porque é o Governo que nomeia a sua hierarquia".
Marinho Pinto ao longo da entrevista voltou a acusar as práticas de corrupção existentes no país por grandes grupos ou entidades e que ficam impunes. No entanto, o bastonário da Ordem dos Advogados deixou claro que nunca foi de sua "cultura apontar o dedo seja a quem fôr".
O entrevistado também foi peremptório em deixar uma mensagem esclarecedora de que os males não estão na Justiça, mas sim na política que sustenta as leis, sem no entanto, deixar de frisar que muitas das vezes os juízes estão a decidir com o intuito de atingir os fins sem olhar aos meios, decisões essas onde se enquadra a maioria dos reclusos que são pobres.
Marinho Pinto será recebido em breve pelo Presidente da República, a quem apresentará cumprimentos.


F1: Briatore falou de Parente


No mundo da Fórmula 1 tudo é muito simples apesar de parecer a coisa mais complicada do mundo. Para um jovem piloto com pretensões apenas existem dois indicadores para a possibilidade de ingresso no circo. Ter patrocínios e um director desportivo de uma equipa que se pronuncie favoravelmente a seu respeito. Hoje na apresentação do novo carro R28 da Renault para esta temporada, o "patrão" Flávio Briatore falou sobre Álvaro Parente. E o que disse pode deixar muito boas perspectivas para o jovem piloto português que conquistou o título das World Series by Renault, o passo natural para Álvaro Parente passar por garantir um lugar no patamar seguinte, mais concretamente na GP2 Series, onde Parente deverá competir pela prestigiada equipa Super Nova.
Flávio Briatore solicitado pelos jornalistas afirmou que Álvaro Parente "fez um bom teste com o carro da F1, fiquei contente, mas não sei como vai ser o futuro. Este ano vai fazer o GP2 com uma equipa 'amiga'".
Ora aqui está o mais importante das declarações de Briatore. Quando fala em equipa "amiga", que é a Super Nova, Briatore dá a entender que na Renault aconselharam o caminho a Parente, a fim de este adquirir "calo" e poder estar em stand by, caso venham a precisar dele como piloto de testes ao longo do ano devido a qualquer impossibilidade dos pilotos contratados. Parente devia ficar muito satisfeito.

No supermercado


- Caramba, onde é que eu posso comprar disto?

Falta o golfe




Esta é a plataforma Troll de gás natural. Dizem que tem de tudo. Só falta o green de golfe...

Médicos demitem-se em Cascais

O Hospital de Cascais termina esta quinta-feira toda a actividade cirúrgica oncológica. A partir de amanhã, os doentes ali diagnosticados terão de ser transferidos para os hospitais Egas Moniz e São Francisco Xavier, em Lisboa. A decisão foi formalmente conhecida hoje de manhã e a Comissão Médica - constituída pelo director clínico e por todos os chefes de serviço - vai pedir a demissão em bloco.
Os especialistas salientam que o fim das cirurgias do cancro vai prejudicar gravemente os doentes porque o Hospital de Cascais não tem lista de espera nesta categoria de cuidados médicos. "Os doentes agora são operados entre uma a duas semanas e vão passar a ter vários meses de espera pela frente nas unidades onde vão ser assistidos", explica uma das médicas de Cascais.
O protocolo com as novas regras de funcionamento é assinado esta tarde entre a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo e as administrações dos hospitais de Cascais, Egas Moniz e São Francisco Xavier. A decisão vai afectar 13 cirurgiões e 60% da actividade cirúrgica actual. Segundo estava já previsto pelo recém-demissionário ministro da Saúde, Correia de Campos, o Hospital de Cascais vai ainda perder os tratamentos de quimioterapia. Esta transferência ainda não tem uma data precisa para acontecer mas foi justificada com a necessidade de concentrar e racionalizar os recursos do Serviço Nacional de Saúde.


Gosto muito de animais (35)


- Para o Governo é que o meu filho nunca há-de ir...

Chá das cinco (54)


Foto Nuno Lopes

Estórias no Hospital Santa Maria, Lisboa

Estória I

Uma doente aguardava por ser atendida na consulta de oftalmologia. Sentada por debaixo de uma janela. Alguém abriu a madeira sem que a doente se apercebesse. De repente, levantou-se e bateu com a cabeça no bico da janela. Abriu a cabeça e o sangue escorregou pela cara abaixo. Foi atendida de seguida por uma enfermeira. Quando se identificou, a enfermeira reparou que a identidade da doente era francesa e diz-lhe:
- " Por que é que não se vai curar em França?"...

Estória II

Na sala de espera para a consulta de Ortopedia encontravam-se cerca de 40 doentes para um total de 10 cadeiras. Uma das pacientes, recentemente operada a dois ossos de uma perna, e ainda com dores e falta de equilíbrio, sentou-se no tampo de uma mesa ali instalada onde não se encontrava qualquer funcionário. A dado momento, chegou uma empregada do sector e diz à paciente:
- Ei, levante o cu daí!"...

Diga lá trezentos e trinta e três (38)

- É pá, então o Sócrates mandou para a rua o ministro da Saúde?
- Não, não! O primeiro-ministro deu-lhe baixa...
- Baixa?
- Sim, pá! O ministro andava com muito pouca saúde...

Governo de Angola acaba com igreja Maná


A Igreja Maná, com centenas de milhares de fiéis em Angola, viu a sua actividade proibida no país por violar a lei e a ordem pública, segundo um decreto-lei publicado em Diário da República (DR).
Com cerca de 600 mil fiéis em Angola e mais de 500 casas e templos em nove províncias, a Igreja Maná, de origem portuguesa, criada em 1984, em Lisboa, pelo "Apóstolo" Jorge Tadeu, viu anulado o seu reconhecimento pelo governo angolano através do decreto Lei 14/92 no DR nº15, 1ª série, de 25 de Janeiro.
O Diário da República sustenta a decisão de revogação do reconhecimento oficial da Igreja Maná com a conclusão de um processo instaurado pelo Ministério da Justiça onde foram detectadas "violações sistemáticas" da lei angolana e da ordem pública.
Uma das polémicas em que a Igreja Maná esteve envolvida foi espoletada em Maio de 2007, quando o Bispo José Luís Gambôa foi suspenso por alegado desvio de fundos que teriam sido doados pela petrolífera Sonangol, com o objectivo de construir uma escola.
No entanto, o Bispo Joaquim Muanda, que substituiu José Luís Gambôa na liderança Maná em Angola, disse publicamente que não havia provas de que esse dinheiro fosse fruto de uma doação da Sonangol, onde o seu antecessor trabalhava.
No entanto, o próprio ex-Bispo Gamboa confirmou na imprensa angolana da altura que a verba em causa, cerca de um milhão de dólares, estava na sua conta bancária pessoal, tendo-o retirado da conta da Igreja.
A justificação para o que fez, segundo o próprio, era impedir que o dinheiro fosse transferido para Portugal, alegando que deveria ser gasto em Angola, onde foi angariado.
Entretanto, alguns fiéis da Igreja fundada por Jorge Tadeu contactados pela Lusa em Luanda confirmaram que todos os cultos que estavam previstos para a passada sexta-feira, dia de publicação do decreto-lei, foram anulados e os templos encerrados.


Breaking news (41)

A taxa de inflação na Zona Euro foi este mês de 3,2%, um pouco acima da verificada em Dezembro último (3,1), segundo as estimativas rápidas divulgadas esta quinta-feira pelo Eurostat.


7000 visitas

O nosso blogue PPTAO já foi alvo de 7000 cliques em menos de três meses. Acontece que apenas no próximo dia 4 de Fevereiro se completam três meses de contagem, patenteando assim uma média de mais de 2300 cliques por mês, o que pensamos ser assinalável e, por isso, não podermos de deixar de agradecer a todos quantos nos visitam especialmente aos nossos comentadores J.C., Cristina Ribeiro, Pedro Correia, Ana, Bruna, Ergela, Leocardo, Macau Boy e Joshua. Obrigado.

Portugal no seu melhor (4)


In www.portugalnoseumelhor.com

Meio-dia (53)


Foto Pedro GonlO

- Ao meio-dia já vejo luz ao fundo do túnel...

Escuteiros ofendidos com publicidade


O Corpo Nacional de Escuteiros está ofendido com a campanha publicitária da Media Markt, com o slogan "Eu é que não sou parvo", e ameaça a empresa com um processo judicial caso não a suspenda. O chefe do Corpo Nacional de Escuteiros, Carlos Alberto Pereira, remeteu um ofício à empresa denunciando que a campanha é "clara, objectiva e intoleravelmente ofensiva para os 80.000 escuteiros portugueses e suas famílias" e solicita "a suspensão imediata da referida campanha publicitária e a cessação da menção aos escuteiros". "De outro modo, teremos de agir judicialmente, quer civil, quer criminalmente", lê-se no ofício.
A Media Markt lamentou já "a errada interpretação que foi dada por alguns", sustentando que a campanha "baseia-se no nosso slogan usado a nível internacional "Eu é que não sou parvo", adaptado à língua materna de cada país", acrescentando que no caso teve "como ideia central a criação de uma nação fictícia - a Parvónia - onde vivem os seus originários cidadãos: os Parvos".
Em comunicado a empresa defende que "todo o tom da campanha é humorado e bem disposto, não querendo nunca ofender, retratar de forma agressiva ou ferir a susceptibilidade de qualquer grupo ou entidade social".
Para a empresa, "os intervenientes são apenas caricaturas de personagens pertencentes" da "comitiva" que, em contacto com uma "nova realidade se comportam de uma forma "patusca".
A Media Markt salienta que nunca quis "retratar classes políticas ou sociais nem (...) denegrir a imagem de grupos sociais tão importantes e fundamentais para a sociedade como o são todas as corporações de escuteiros, que para muitos jovens portugueses foram e são uma grande escola de vida".
Além da personagem do escuteiro, a campanha apresenta outros três "cidadãos da Parvónia" de visita a Portugal, anunciados como o presidente e a miss deste país imaginário e ainda um general.
"Todos os cidadãos da Parvónia têm como principal característica a sua parvoíce. São desligados do mundo, vivem no antigamente e basicamente...são parvos!", descreve o sítio da empresa na Internet.
Nuno Castela Canilho, dirigente do Agrupamento de Escuteiros 1037 da Mealhada e primeiro signatário de uma petição na Internet que soma já mais de 3.500 assinaturas, disse hoje à Agência Lusa que a petição exige "a retirada do anúncio e um pedido de desculpas".
"A publicidade não precisava de um escuteiro para dar a ideia dos parvos", defendeu o dirigente escutista, sustentando que "se não estivesse fardado era igual".
Nuno Canilho explicou que teve contacto com a campanha no domingo, sentindo-se "ultrajado" e "insultado" com a utilização "perfeitamente gratuita" da imagem escutista, que "tem um movimento global de 30 milhões no mundo".
De acordo com Nuno Castela Canilho, os primeiros "spots" publicitários despertaram a atenção de "dirigentes, escuteiros e pais", apesar de nos novos anúncios da campanha "o escuteiro ser ainda mais ridicularizado", sintetizando: "Afinal é o maior parvalhão de todos".
"A campanha está a piorar para os escuteiros", frisou o dirigente escutista, considerando que "a Media Markt está a ignorar o protesto".

Resumindo: uma parvoíce de anúncio...

Novo bispo auxiliar de Lisboa

O padre salesiano Joaquim Augusto da Silva Mendes, até agora Superior da Escola Salesiana de Manique, foi nomeado bispo auxiliar de Lisboa, anunciou hoje a Nunciatura Apostólica em comunicados divulgados simultaneamente em Lisboa e no Vaticano.
O novo prelado, 59 anos, vai ocupar o lugar deixado vago há quase um ano por D. Manuel Clmente, que a 22 de Fevereiro de 2007 foi nomeado bispo do Porto, substituindo D. Armindo Coelho.

EFACEC rica e mal agradecida


A empresa EFACEC sempre foi muito arredia a publicidades. Muito raramente aquela empresa aceitou qualquer proposta de inserção de publicidade em jornais, rádio ou televisão. E a mesma política foi seguida pela delegação da empresa em Macau. A EFACEC obteve ao longo dos anos lucros de milhões de euros com a sua unidade fabril e de fornecimento de material instalada em Macau.
Então, não é que ficámos abismados ao ver agora (sabe-se lá porquê? Será por causa da moda das energias renováveis?) uma campanha publicitária na TV e em alguma imprensa emanada da EFACEC. Mas, (há sempre um mas) a EFACEC em vez de mostrar um pouco de gratidão por Macau, que tanto dinheiro lhe deu a ganhar, produz um anúncio televisivo e nas imagens que se podem observar é apresentado o território de Hong Kong... Macau agradece.

A nova ministra (2)

Ana Jorge, em entrevista à Visão no passado dia 17 de Janeiro dizia o seguinte:

"É importante um ponto de ordem nesta confusão toda"

"Faltam médicos e falta organização"

"Tenho dúvidas que se esteja a salvar o Serviço Nacional de Saúde. Pode acontecer que o serviço público fique só com os coitadinhos"

Os números não podem ser o único critério"

"Foi correcto fechar SAP's depois das 24 horas. O problema foi não ter alternativa. O Ministro não devia ter fechado SAP's sem abrir urgências básicas"

A nova ministra (1)

"Ana Jorge chega ao Governo para amaciar os críticos ou para dar voz efectiva aos sectores mais 'sociais' do PS?"

Pedro Camacho, in Visão

O que eles dizem (29)

"Uma justiça exclusivamente feminina poderá dar problemas. Em breve, fará falta uma quota masculina"
Maria José Morgado, procuradora do MP

"Não recordo um período em que um Governo tivesse deixado tantas marcas de esquerda"
José Sócrates, primeiro-ministro

"A esquerda está farta de Sócrates. Não custa a acreditar que o País também"
Vasco Pulido Valente, historiador-escritor

"Salazar tinha a PIDE e hoje temos a ASAE"
Mendes Bota, deputado do PSD

"Com Salazar não havia esta obsessão pelo crescimento económico"
D. Duarte, pretendente ao trono de Portugal


Cavaco viajante

No início de Fevereiro, a seguir ao Carnaval e depois de se certificar se já mudaram todas as lâmpadas no Palácio de Belém, o Presidente Cavaco Silva vai dar mais uns passeios começando pela Jordânia e seguindo-se o Chipre. Mais tarde, desloca-se ao Brasil.

Mário Soares na velhice

"O sistema neoliberal está podre. A economia de casino dos off shores e das roubalheiras só trouxe desastres e escândalos. É preciso mudá-la"
In Visão

Nota:
Estará Mário Soares a referir-se à economia de casino e às roubalheiras que se passaram em Macau?

Cargos à mercê

José Carlos de Vasconcelos, 67 anos, jornalista, director do Jornal de Letras, Artes e Ideias, foi empossado pelo Presidente da República como vogal do Conselho das Ordens Honoríficas Civis.

Inês Serra Lopes, 50 anos, ex-directora de O Independente, foi nomeada para directora do Semanário Económico.

Maria João Rodrigues, 52 anos, ex-ministra do Emprego e conselheira da Comissão Europeia, designada para presidente de um grupo de 11 peritos de alto nível sobre a mobilidade na UE.

Paulo Teixeira Pinto, 47 anos, até há pouco líder do BCP, eleito para presidente da Causa Real.

quarta-feira, janeiro 30, 2008

Para quem gosta de mulheres (6)


Foto Krish

Para quem gosta de homens (6)


Foto J. P. Sousa

Que raio de democracia

A Câmara de Vila Real de Santo António apresentou uma queixa-crime à Procuradoria-Geral da República contra um funcionário que denunciou ilegalidades cometidas alegadamente pelo executivo (PSD) à Inspecção-Geral da Administração do Território (IGAT).
Fonte do gabinete do presidente da autarquia não quis comentar o processo em curso, adiantando apenas que o executivo apresentou queixa contra o funcionário pela suspeita da prática de actos ilícitos que "lesaram em mais de 1,5 milhões de euros" o erário público.
A notícia foi avançada esta semana pelo jornal "Correio da Manhã", que diz que a IGAT está a investigar a autarquia com base em denúncias de um funcionário, responsável pela Administração e Finanças do município e entretanto suspenso de funções.
De acordo com o jornal, o funcionário acusa o presidente da Câmara, Luís Gomes, de "assédio laboral e perseguição a funcionários", dizendo que nas duas vezes que se reuniu com o líder da autarquia lhe foram propostas irregularidades.

Makukula no Benfica

Makukula já está em Lisboa para assinar pelo Benfica. O acordo para a transferência do jogador está feito, faltando apenas ultrapassar os habituais testes médicos para colocar o «preto no branco» em contrato válido por quatro épocas e meia, o qual deve integrar 3,5 milhões de ueuros para o Sevilha e 1 milhão para o Marítimo.


ASF
Ainda não eram 9 horas quando o avião proveniente do Funchal aterrou no aeroporto da Portela. À espera de Makukula estava um funcionário do clube da Luz, mas, ainda assim, o avançado deixou escapar umas palavras. «Acabei de chegar agora, por isso não sei grande coisa», afirmou, não deixando de referir que «Lisboa é uma grande cidade» e o «Benfica um grande clube».
O acordo entre todas as partes (Benfica, Marítimo, Sevilha e Makukula) foi alcançado já durante a madrugada. Só falta mesmo o jogador cumprir os habituais testes médicos para o jogador assinar contrato válido com o clube da Luz até Junho de 2012.

Vinho do Porto Briatore


Flavio Briatore, patrão da equipa Renault na Fórmula 1, está cada vez mais parecido com o vinho do Porto. Pela amostra de beldades a rodeá-lo pode-se dizer "quanto mais velho... melhor sabor"!

Ah grande Valentim!

Um cidadão algarvio decidiu pagar 300 euros de Imposto Único de Circulação relativo ao seu barco com moedas de cêntimos como forma de protesto pela quase duplicação do valor a cobrar pelas Finanças.
O prazo de pagamento do Imposto Único de Circulação termina quinta-feira e Valentim do Carmo resolveu pagar às Finanças de Faro o imposto de circulação da embarcação com moedas de "um, dois, cinco e dez cêntimos". Em pouco mais de 24 horas Valentim do Carmo, família e mais "quatro ou cinco amigos ajudaram a reunir 300 euros em moedas de cêntimos", uma recolha que pesava um total de 55 quilos.
"Paguei o ano passado cerca de 130 euros e agora aumentou para quase 300 euros. Tenho o meu emprego e uso o barco como distracção. Não concordo com a forma como o Governo actua pois isto já não é uma obrigação, é um roubo, mas se não pagar tiram-me o barco", contou Vítor do Carmo, irmão de Valentim.

Bocas na rua (18)

- Ó Távora, o que é que o Correia de Campos vai fazer agora?
- Ora, vai buscar a medalha de ouro a S. Pedro do Sul...

O beijo de Judas


- Não chores... pede emprego ao Berardo...

Chá das cinco (53)


A apagar fogos...

Reportagem nos Açores

EXPOSIÇÃO DE ALEXANDRE DELGADO O'NEILL

A Assírio & Alvim promove a exposição «Reportagem nos Açores», com fotografias de Alexandre Delgado O'Neill, celebrando assim a publicação do livro com o mesmo nome.

Quinta-feira, dia 31 de Janeiro pelas 18:30 horas, na galeria Assírio & Alvim. Rua Passos Manuel, n.º 67-B, 1150-258 Lisboa; 213583030.

REPORTAGEM NOS AÇORES

«Nestas fotografias dos Açores transparece, de uma forma complexa e misteriosamente guiada, que elas são o eco de acontecimentos colectivos filtrados por uma sensibilidade individual. É o gesto instintivo em toda a sua pureza ao serviço de uma sensação, de um olhar. Fotografar pescadores e situações no mar como o Alexandre fotografou revela um poder de fascinação que vem da claridade e da pureza da intenção. Não existe cálculo sofisticado nem ingenuidade mas uma maneira de ficar o mais perto possível ao lado da vida. É como se fosse uma tentativa de atingir a plenitude comunicativa. As fotografias do Alexandre, sem serem panfletárias, deixam transparecer uma leve denúncia da desigualdade dos sistemas sociais e da injustiça que daí advém. São fotografias com linearidade do olhar, profundas, duras, ao mesmo tempo espelho e reflexo. São exemplo de como a fotografia é a grande mentira. O instante que se reproduz tem um mínimo de realidade, realidade que é composta de muitas fracções de tempo igual ao utilizado. A fotografia do olhar, a frontalidade, faz prolongar a duré, é como dilatar o tempo do obturador. É ficar mais tempo olhando da mesma forma a vida, ou a morte, como se olha a máquina. E os pescadores não olham a máquina com tranquilidade, olham-na com desafio. Em linguagem comum, é como se dissessem para o fotógrafo: «... ai querem fotografias? então lá vai disto!» E o «lá vai disto» é um olhar penetrante, destemido, capaz de fazer em estilhaços a câmara que lhes quer imortalizar um instante. Um instante neutro, sem história que precisa da nossa imaginação para ter antes e depois.»

Alfredo Saramago

Julie Christie casa em segredo


A actriz britânica Julie Christie, candidata ao Oscar de a melhor actriz de este ano pelo seu papel em 'Away From Her', casou-se secretamente com o seu companheiro sentimental, informa a imprensa britânica. Christie, de 66 anos, e o jornalista nosso amigo Duncan Campbell, com quem a actriz vive desde há 28 anos, terão contraído matrimónio na Índia, assegura o Daily Mail. A actriz sempre se tinha negado a contrair matrimónio. Julie nasceu na Índia e tornou-se famosa sobretudi após a intervenção no filme 'Doctor Zhivago'.

Foto REUTERS

Príncipe Felipe festeja 40 anos


O Príncipe das Astúrias festeja hoje os seus 40 anos em forma e com a perspectiva de em breve poder vir a assumir o trono da monarquia espanhola. Aqui na companhia de sua mulher e dos filhos.

Foto EFE

Santana Lopes arrasa Sócrates

Esta tarde na Assembleia da República o líder parlamentar do PSD, Santana Lopes, teve uma intervenção arrasadora contra o primeiro-ministro salientando a José Sócrates que as políticas do Governo são contra os mais desprotegidos do povo português, incluindo contra as crianças deficientes que deixaram de ter apoio a um ensino especial.

Austrália pede desculpas aos aborígenes


O Governo Federal australiano vai pedir desculpas à população indígena do país, embora sem responsabilizar a actual geração de australianos, anunciou hoje um membro do novo executivo em Camberra.
Jenny Macklin, ministra dos Assuntos Indígenas, anunciou que o pedido de desculpas às chamadas "gerações roubadas" será o primeiro assunto a ser discutido no novo Parlamento, controlado pelos Trabalhistas.
"O pedido de desculpas vai ser feito em nome do Governo australiano e não atribui a culpa à actual geração do povo australiano", afirmou a ministra.
Para Jenny Macklin, o pedido lançará uma nova era nas relações entre os aborígenes australianos e o resto da população.
O pedido de desculpas tomará a forma de uma moção à Câmara dos Representantes, na primeira sessão do novo Parlamento, a 13 de Fevereiro.
Pela primeira vez, a sessão seria inaugurada com um discurso de um nativo do povo Ngunnawal, habitante ancestral da área onde foi construída a capital federal.
O Governo do primeiro-ministro Kevin Rudd pretende que o debate sobre o pedido de desculpas possa encontrar uma fórmula abrangente, acrescentou Jenny Macklin.
O próprio Kevin Rudd, porém, afirmou depois que está fora de questão qualquer tipo de compensação e que as desculpas se referem apenas a indígenas retirados às famílias em razão da sua raça.
Para Christine King, co-presidente da Aliança das Gerações Roubadas, a palavra-chave é "desculpa".
Christine King, emocionada, considerou o anúncio do pedido de desculpas "um momento histórico", refere a edição de quinta-feira do Sydney Morning Herald.
Brendan Nelson, o líder da oposição, afirmou hoje à imprensa australiana que a Coligação só tomará uma decisão sobre o pedido de perdão após um debate de dois dias na próxima semana.
A oposição, explicou Brendan Nelson, pretende ver os termos do pedido de desculpas antes de decidir apoiar ou rejeitar a moção do Governo.
Os aborígenes australianos são uma minoria de cerca de 450 mil pessoas numa população de 21 milhões e vivem sobretudo em áreas remotas do Território do Norte e na Austrália Central.
O anúncio das desculpas da Federação marca uma viragem política na sequência da derrota em 24 de Novembro da coligação conservadora dirigida pelo ex-primeiro-ministro John Howard.
O líder dos Liberais australianos recusou, ao longo dos 11 anos na chefia do governo, qualquer pedido de desculpas pelas políticas federais em relação à população nativa.
John Howard foi acusado, com frequência, de legitimar com persistência formas negacionistas da História e do presente da Austrália, regredindo uma geração nas relações da sociedade australiana com a "Primeira Nação".
Cerca de cem mil crianças aborígenes, na maioria mestiças, foram retiradas compulsivamente às suas famílias entre 1910 e 1970.
Até 1967, os aborígenes australianos não tinham direitos de cidadania e as primeiras políticas de integração ou assimilação, com resultados que continuam a ser matéria de discussão e polémica, datam da década de 1970 e 1980.
Em Junho de 2007, na sequência de um relatório chocante sobre abuso sexual de crianças em comunidades aborígenes, John Howard enviou para o Território do Norte as Forças de Defesa Australianas.
O Governo Federal colocou, então, os militares à frente de uma "Intervenção de Emergência" destinada a enfrentar problemas graves de integração, educação e habitação das comunidades nativas.
Os críticos da "Intervenção" receiam que o resultado seja o "roubo" de uma nova geração de crianças aborígenes.

John Edwards retira-se da corrida


O candidato John Edwards que se propunha ocupar a Casa Branca desistiu da corrida presidencial norte-americana, deixando assim o caminho livre a Hillary Clinton e Barack Obama. Contudo, Edwards não anunciou o seu apoio a qualquer dos outros dois candidatos democratas. A decisão de se retirar foi tomada depois de ter perdido nas votações de Carolina do Sul, único Estado onde Edwards tinha ganho em 2004.
E assim deixei de ter o meu homónimo João Eduardo na corrida...

Vouzela está de luto, Anadia está em luta


"Vouzela está de luto" e "Anadia está em luta" são dois dos muitos cartazes que se podem ler na manifestação que decorre neste momento em frente à Assembleia da República. Os manifestantes protestam contra a política do Governo que encerrou vários serviços de urgência.

Escândalo na água de Lisboa

A rede de distribuição de água para consumo humano na área de Lisboa perdeu 19,4 milhões de metros cúbicos em 2007, em 1.463 roturas nos ramais de abastecimento. Estas perdas de água davam para encher 3.800 tanques centrais do Oceanário de Lisboa, que tem capacidade de 5.000 metros cúbicos, ou a 19 dias consecutivos de captação, pela torre de bombagem existente na albufeira da Barragem de Castelo do Bode.

Nani espreita melhor oportunidade


Nani deu uma entrevista à Manchester United TV (MUTV), em que abordou os primeiros seis meses como "red devil".
O extremo teve uma verdadeira entrada de leão, surpreendendo tudo e todos com exibições muito boas e golos decisivos. Mas, com a recuperação de Ryan Giggs - estava lesionado na melhor altura de Nani - perdeu espaço e, mais do que isso, perdeu minutos. Mas o internacional português afirma que ainda está em fase de adaptação e, por isso, não desanima nem desmotiva.
"Estou bem e sinto-me adaptado ao clube. Penso que melhorei muito desde que cheguei. Se tiver mais oportunidades para jogar, mais treinos e mais tempo para aprender, continuarei a melhorar como jogador", disse.
Nani tem sido a alternativa de Ferguson a Ryan Giggs, pelo que não tem vida facilitada. Mas nem por isso deixa de reconhecer méritos ao galês, um dos capitães de equipa do Manchester United. "Estou confiante que, se for chamado, poderei ajudar a equipa. Sabia que ia ser assim quando assinei. Não é problema para mim. Sou novo no clube e jogadores como Ryan Giggs estão aqui há muitos anos. Giggs tem um grande passado no clube. Tenho de esperar pela minha oportunidade e, quando isso acontecer, tenho de jogar bem."
Na entrevista, em que Nani se expressou num inglês espantosamente fluente, o internacional português reconheceu a qualidade do plantel. "Podemos mudar um ou outro jogador e isso não será problema, porque os substitutos estarão à altura."

Nos Açores também há vândalos

Uma escola do concelho da Praia da Vitória, ilha Terceira, foi assaltada na noite de terça-feira por desconhecidos, que pegaram fogo a diverso material, anunciou hoje o vice-presidente da Câmara Municipal.
Paulo Messias adiantou à agência Lusa que os "assaltantes arrombaram as portas e partiram vidros na zona do ginásio, tendo-se infiltrado no estabelecimento de ensino, onde, no primeiro andar do edifício, pegaram fogo aos processos dos alunos, professores, cadeiras e computadores".
"Até ao momento, não se sabe quem foi o autor ou autores do crime, estando o assunto entregue às autoridades policiais", esclareceu o vice-presidente da Câmara Municipal da Praia da Vitória.
Paulo Messias disse ainda não estar de momento quantificado o volume dos prejuízos causados pelos assaltantes.
A escola, que tem quatro professores e é frequentada por cerca de 60 alunos, ficou encerrada hoje, reabrindo quinta-feira, garantiu o autarca.
Nos Açores os vândalos também se abatem...


Imprensa desportiva (7)

. A BOLA

Hoje nos desportivos


. Manchete: "Já não faço questão de renovar", diz Léo, que assume estar preparado para sair do Benfica.

. Outros títulos:

. Benfica: Benfica aceita pagar meio milhão para ter já Makukula.

. Sporting: Paulo Bento chama Tiuí.

. FC Porto: Helton continua titular

. RECORD

Hoje nos desportivos


. Manchete: "Veloso dá troco a Scolari". Médio não se incomoda de não ter sido convocado para a Selecção AA e dá graças a Deus por ter sido chamado aos sub-21.

. Outros títulos:

. Rolando a caminho do FC Porto.

. Tiuí com estreia à vista.

. Benfica: David Luiz falha Nacional.

. Manuel da Costa na Fiorentina.

. O JOGO

Hoje nos desportivos


. Manchete: "Adeus amigos". Marítimo subiu a parada mas avançado Makukula já se despediu dos colegas.

. Outros títulos:

. Sporting: Tiuí chamado pela primeira vez e Pedro Silva quase seis meses depois.

. FC Porto: Arsenal seguiu Quaresma.

Portugal no seu melhor (3)


In www.portugalnoseumelhor.com

Sócartadas (3)

"Não se trata de ceder a pressões. Trata-se de compreender as pessoas e de transmitir melhorias ao sistema"

José Sócrates, hoje, em Lisboa

Mais um membro do Governo que sai

Fernando Rocha de Andrade vai deixar o cargo de subsecretário de Estado da Administração Interna. Rocha de Andrade poderá ir ocupar outro cargo e no seio do Governo ainda se irão registar mais mexidas.

Bocas na rua (17)

- Achas que o Sócrates a mexer e a remexer tanto no Govero ainda lhe chamam cozinheiro?
- A mexer? Já lhe chamam o mexilhão...

Meio-dia (52)


Foto m (n) m

- Ao meio-dia só à dentada...

Zidane pode voltar ao Real Madrid


Zinedine Zidane reuniu-se ontem com o presidente do Real Madrid, Ramón Calderón, e com o director desportivo, Pedja Mijatovic e transmitiu-lhes o seu desejo de regressar ao clube branco. "Zidane quer voltar a Madrid" é a notícia adiantada pelo jornal AS e que salienta um almoço entre os responsáveis do Real Madrid e Zizou, que chegou a um restaurante da capital espanhola acompanhado do seu representante Alain Migliacio. O jogador francês, que interrompeu a carreira há ano e meio, mostrou-se muito receptivo e deixou claro ao presidente do Real que "quero voltar ao futebol para ajudar no que possa ser útil porque para mim o Real Madrid continua a ser a minha casa", disse Zizou.

Hillary Clinton volta a vencer


Hillary Clinton voltou a ganhar no Estado da Florida para as eleições primárias à presidência dos Estados Unidos da América. Desta feita, derrotou o seu opositor democrata Barack Obama com 50% dos votos contra 33% de Obama. Nestas eleições participou um número invulgar de eleitores democratas, cujo recorde de afluência surpreendeu os próprios dirigentes do partido. Na próxima terça-feira é que se vai ver quem tem unhas para tocar a guitarra do Estado da Califórnia com mais de 300 milhões de eleitores.



Carnaval com tolerância de ponto


Os funcionários públicos têm tolerância de ponto na Terça-feira de Carnaval, por força de um despacho do gabinete do Primeiro-Ministro, hoje publicado no Diário da República.
O despacho justifica a decisão com o facto de existir em Portugal "uma tradição consolidada de organização de festas" no período de Carnaval, embora o dia não conste da lista de feriados obrigatórios.
A tolerância de ponto abrange os funcionários e agentes do Estado, dos institutos públicos e dos serviços desconcentrados da administração central.


Diga lá trezentos e trinta e três (37)

- É pá, o Sócrates pertence à Protectora dos Animais!
- Não me digas?
- É verdade! Escolheu para o Governo um Lobo e um Pinto...

Sócartadas (2)

" As políticas de saúde são para manter"

José Sócrates, ontem, em Lisboa

Bocas na rua (16)

- Ó Vilhena, o Governo resolveu nomear para ministro um portuguesismo!
- Portuguesismo?
- Sim, pá! Como temos um inglesismo na Direcçãi de Saúde, o George, o Governo escolheu uma Jorge para ministra...

Tigres à solta: acertámos em cheio

Na informação que demos esta manhã sobre os tigres que se encontram à solta perto de Azambuja salientámos que "Os tigres pertencem ao Circo Chen e sairam, ou deixaram-nos sair, das jaulas enquadradas nas composições móveis que o circo faz girar pelo país."
Há momentos, a porta-voz do Circo Chen, Maria João, confirmou à Antena 1 que "alguém abriu a jaula e soltou os tigres durante a noite e enquanto o tratador foi buscar água porque a carruagem estava avariada e estacionada na Azambuja", disse a porta-voz do circo.
Seria difícil os tigres sairem sozinhos... só se pretendiam ir para o Governo...
Entretanto, um dos tigres já foi caprturado e o outro encontra-se encurralado, prevendo-se a sua captura ainda esta manhã.

Delícias para a visão (92)


Foto Carlos Magalhães

A Diz Que É Uma Espécie de Remodelação não acaba aqui

José Sócrates chamou, ontem, Correia de Campos e Isabel Pires de Lima, comunicando-lhes que iam sair do Governo. A prometida (e adiada) remodelação do Governo foi, assim, quase cirúrgica, com a entrada de Ana Jorge (chefe de Pediatria no hospital Garcia de Orta ecom problemas com o Tribunal de Contas) e de Pinto Ribeiro (administrador da Fundação Berardo e advogado dos Gato Fedorento), mas ainda deverá ter sequelas. É que o primeiro-ministro autorizou alguns ministros a aproveitarem a ocasião para trocarem de secretários de Estado.
As mexidas deverão, tudo indica, acontecer nos próximos dias, aproveitando o facto de os dois novos ministros ainda terem de dar posse aos ajudantes que escolherem para os 18 meses que lhes restam em funções. As mexidas finais são justificadas por dificuldades de funcionamento (ou seja, de relacionamento) e podem abranger as Obras Públicas, Agricultura, Justiça e Economia.
A saída de Correia de Campos era, entre todas as mudanças ontem anunciadas, a mais comentada. O até agora responsável pela Saúde foi, nestes dias, o alvo de todos os ataques, muito por causa da reforma do sistema de urgências. Depois dos avisos de Cavaco Silva e do apelo à demissão por Manuel Alegre, a pressão política disparou. Hoje mesmo, havia teste de fogo marcado porque Correia de Campos ia apresentar aos deputados o mapa definitivo da reforma. Saindo antes, fica uma margem de recuo pontual para a nova ministra - permitindo-lhe um fôlego importante para reconciliar o sector.
Se dúvidas existissem sobre a necessidade de acalmar os ânimos na Saúde, o próprio Correia de Campos deixou-o claro ontem mesmo. Depois de conhecida a sua saída (que o gabinete do primeiro-ministro justificou dizendo acontecer a pedido do ministro), a agência Lusa publicava uma "carta de demissão", onde Correia de Campos justificava a sua saída "em nome da confiança entre cidadãos e SNS".
É claro que a substituição do mais impopular dos ministros provocou reacções imediatas. Muitas de satisfação e alívio, nomeadamente dos responsáveis do sector, autarcas e populações em protesto. Mas não só.
Vital Moreira, um dos homens tidos por referência deste Governo, deixou clara a sua desilusão "É uma clara vitória da rua, do aparelho do PS e da oposição. Decididamente é impossível fazer reformas contra os interesses estabelecidos, contra as visões localistas e contra o clamor demagógico dos média", avisou no seu blogue pessoal. Mais à direita, Pacheco Pereira deitou lenha à mesma fogueira: "Acabou o período em que o primeiro-ministro era indiferente aos assobios e a Manuel Alegre."
Mesmo no interior do PS, os elogios à remodelação não eram absolutos. Ouviam-se palavras de esperança, de deputados como Maria de Belém. Mas o próprio Alegre dizia preferir uma mudança que incluísse, por exemplo, a ministra da Educação. Outros, em sigilo, atiravam contra o "tempo e o modo" das mudanças - considerando-a tardia e até "pífia".
Quanto aos outros "remodeláveis" ganharam, agora, nova tranquilidade - a que tinham suspenso quando José Sócrates confirmou, na sexta-feira, a saída iminente do terceiro elemento ontem anunciado Amaral Thomaz, secretário de Estado dos Assuntos Fiscais. Agora, só falta saber quantos mais secretários de Estado saem...e até que ponto as políticas mudam ou a popularidade de Sócrates volta a subir ou a descer.

Tigres na estrada


Dois tigres encontram-se à solta junto à Estrada Nacional 3, perto de Azambuja à entrada para o Carregado. Os tigres pertencem ao Circo Chen e sairam, ou deixaram-nos sair, das jaulas enquadradas nas composições móveis que o circo faz girar pelo país.
Os tigres podem oferecer perigo para quem se aproximar. Os animais selvagens poderão atacar qualquer pessoa se estiverem com fome. A GNR encontra-se no local e aguarda-se a chegada de especialistas ligados à protecção da natureza, a fim de tentarem capturar os dois animais selvagens.

terça-feira, janeiro 29, 2008

Filipe Menezes lança repto a José Sócrates

Luís Filipe Menezes, líder do PSD, acaba de lançar um desafio ao primeiro-ministro no sentido de este aceitar um debate na televião sobre os três anos de governação socialista.

É demais!

Os noticiários das 16.00, 17.00 e 18.00 horas na Antena 1 iniciaram-se assim:
"Os ministros Correia de Campos e Isabel Pires de Lima pediram para sair..."

Apertar o pescoço

Francisco Oliveira é o presidente da Junta de Freguesia da Aldeia da Luz, junto ao Alqueva. Hoje concedeu uma entrevista o DN. Declarações bombásticas e a dado passo, afirmou:
"Aprendi à minha custa e das gentes da Aldeia da Luz que se mente sobre tudo na política. Tudo vale para alcançar um fim. Se me perguntar o que poderia fazer era apertar o pescoço ao Sócrates e ao Durão, porque o PS e o PSD foram ambos responsáveis pelo estado lastimável a que chegámos"

Sócrates anulou a Justiça

O primeiro-ministro não demonstrou seriedade para com os intervenientes na cerimónia de abertura do novo ano judicial, incluindo o Presidente da República e o procurador-geral da República. No dia em que foram proferidos discursos de elevado significado no âmbito da crise instalada na área da Justiça, José Sócrates anunciou a mini-remodelação ministerial, a fim de diminuir toda a importância mediática do acto oficial.
Num momento em que se esperava que estivesse no topo da atenção pública as declarações de Cavaco Silva, Pinto Monteiro e Marinho Pinto, temos as estações de rádio e de televisão a falar da saída dos ministros. De salientar, que a responsabilidade das políticas de um Governo não é devida ao ministro A ou B, mas sim ao primeiro-ministro. Na área da Saúde toda a estratégia de contenção de verbas e de encerramento de unidades hospitalares foi liderada por José Sócrates.

Rui Rio congratula-se com saída dos dois ministros que "agrediram o Porto"

O presidente da Câmara do Porto, Rui Rio (PSD), congratulou-se hoje com a remodelação governamental, frisando que saíram "os dois ministros que agrediram deliberadamente o Porto".
"Foram os dois ministros que agrediram deliberadamente o Porto. O primeiro-ministro remodelou exactamente os dois ministros que eu tinha dito que não deveriam estar no Governo, porque não tinham demonstrado sentido de Estado", disse à agência Lusa Rui Rio.
O autarca recordou que tinha pedido a demissão do ministro da Saúde por Correia de Campos se recusar a pagar uma dívida de um milhão de euros à Câmara do Porto, referente à reconstrução do Bairro Parceria Antunes.
Rui Rio responsabilizou também Correia de Campos pela extinção do programa Porto Feliz, acusando-o de ser "arrogante e incompetente".
O autarca do Porto congratulou-se também com a saída da ministra da Cultura, recordando que Isabel Pires de Lima tentou inviabilizar a construção do Túnel de Ceuta e "visitou os ocupantes do [Teatro] Rivoli".
Sobre a saída do secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Amaral Tomás, Rui Rio afirmou que "era uma pessoa competente e que faz falta".
Rui Rio escusou-se a comentar as nomeações de Ana Jorge e de José António Pinto Ribeiro para ministros da Saúde e da Cultura, respectivamente, afirmando, contudo, que o seu comportamento relativamente ao Porto "só pode ser melhor" do que foi o dos titulares que agora saem.

Chá das cinco (52)


Venham mais cinco

José Sócrates já perdeu cinco ministros do seu Governo. A registar: Campos e Cunha, Freitas do Amaral, António Costa, Correia de Campos e Isabel Pires de Lima. E venham mais cinco...

Ministros no bota-fora

Aqui no PPTAO mantivémos em votação a vontade expressa dos leitores quanto à remodelação ministerial que desejavam. Surpreendentemente foram recebidos 686 votos. Os ministros mais votados pelos nossos leitores foram precisamente aqueles que acabam de ser remodelados, Correia de Campos, da Saúde e Isabel Pires de Lima, da Cultura.
Obviamente que o primeiro-ministro não exerceu a remodelação que se impunha com a substituição de outros ministros que o povo tem exigido, nomeadamente, Maria de Lurdes Rodrigues-Educação, Mário Lino-Obras Públicas e Transportes, Manuel Pinho-Economia e Alberto Costa-Justiça.
Aqui vos deixamos a classificação final, com o destaque para os 50 votos no ministro Santos Silva.


Correia de Campos - 80 votos
Isabel Pires de Lima - 65
Mário Lino - 55
Maria de Lurdes Rodrigues - 51
Santos Silva - 50
Alberto Costa - 45
Silva Pereira - 44
Teixeira dos Santos - 43
Vieira da Silva - 41
Rui Pereira - 32
Jaime Silva - 30
Luís Amado - 29
Nuno Teixeira - 25
Nunes Correia - 24
Mariano Gago - 23

Portugueses não confiam na Justiça

"Os portugueses acreditam e confiam na Justiça do seu país?"

Presidente Cavaco Silva, esta tarde na cerimónia de abertura do novo Ano Judicial

Manuel Alegre também queria a da Educação

Manuel Alegre já reagiu à demissão dos dois ministros. Alegre reafirmou a sua discordância com a política do ministro Correia de Campos, salientando que se tratava de uma tentativa de destruir o Serviço Nacional de Saúde. Manuel Alegre acrescentou que também gostaria de ter visto sair do Governo a ministra da Educação, Maria de Lurdes Rodrigues.

ÚLTIMA HORA: ministros foram para a rua

Os vencedores da nossa eleição "Ministros no bota-fora" foram mesmo para a rua. O ministro Correia de Campos e a ministra Isabel Pires de Lima foram demitidos pelo primeiro-ministro conforme a vontade expressa dos leitores do PPTAO. José Sócrates solicitou hoje ao Presidente da República a exoneração dos ministros da Saúde, Correia de Campos, da ministra da Cultura, Isabel Pires de Lima, e do secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, João Amaral Tomás.
Para os substituir, José Sócrates indicou Ana Jorge para a Saúde, José António Pinto Ribeiro para a Cultura e Carlos Lobo para a secretaria de Estado dos Assuntos Fiscais.

Não se riam (9)

"GNR perde 73 gramas de droga"

Jornal gratuito Destak

Blogando com prazer (75)

Portugal é cansado de si

O País está incómodo, mas não é nada de novo. Portugal nunca foi lugar de grandes liberdades, de gente empreendedora e entregue a si mesma, nem nunca o poder teve o hábito de se manter à distância. Pelo contrário, somos poucos e vivemos apertados porque gostamos de viver assim ou porque não nos importamos, nunca percebi. O certo é que, tirando quando alguma espécie de direita está no poder e se ouve um burburinho a reclamar contra os "tiques autoritários", por norma ninguém se escandaliza mais do que o normal ao saber que um governo escolhe o presidente do conselho de administração de um banco privado, que nos gabinetes do governo se discute a composição da direcção da redacção de um jornal ou alinhamento do telejornal, quando o Dr. Júdice fica à frente dos destinos da "Deus nos livre de haver especulação imobiliária" zona ribeirinha de Lisboa, quando um processo judicial subitamente desaparece da agenda mediática, as vítimas são reavaliadas e a coisa se arrasta até à eternidade, e por aí fora. O normal, entre nós, é reclamar entre dentes. Como quando nos passam à frente na fila, rosnamos "só neste País", "parece impossível", "é incrível", e ficamos quietos, obedientemente quietos. O País está um lugar desconfortável, mas nunca foi muito melhor. Somos um país que parece estar sempre cansado para se modificar. A diferença é que esta rapaziada está mais atrevida e descarada do que nunca. Só isso.

Henrique Burnay, in 31 da Armada (Recomendo)

Outras lutas no Porto

O líder da oposição socialista na Câmara do Porto, Francisco Assis, acusou hoje o presidente da autarquia, Rui Rio, de não ter lançado nenhum projecto de relevo na zona oriental da cidade desde que assumiu o cargo.
"Desde que Rui Rio chegou à presidência do município não se iniciou um único projecto de relevo na zona oriental da cidade e o que é mais dramático é que não há uma única ideia para o futuro", afirmou Assis, em declarações aos jornalistas na Junta de Freguesia de Campanhã.
Na perspectiva do líder da oposição camarária, o presidente da autarquia revela uma "incapacidade de olhar para a cidade", além de uma "total ausência de ideias de desenvolvimento para o Porto".
Relativamente à zona oriental do Porto, a mais degradada da cidade, Assis defendeu a necessidade de ser elaborado um "plano estratégico" que permita aproveitar as vantagens que podem resultar da futura estação do comboio de alta velocidade.
A Câmara do Porto reúne quarta-feira extraordinariamente para analisar, a pedido dos vereadores socialistas, a ausência de investimentos públicos na zona oriental na cidade.

Socialistas em diferentes barcos...

A deputada socialista Helena Terra, vice-presidente do grupo parlamentar do PS, já reagiu às declarações do ex-deputado João Cravinho acusando-o de "ter abandonado o barco".
João Cravinho tinha acusado os seus pares no Parlamento, a propósito das suas propostas de combate à corrupção, de ter encontrado "uma muralha de indiferença e ignorância".

Scolari convoca Rui Patrício

Luiz Felipe Scolari convocou o guarda-redes Rui Patrício, Sporting, para o jogo a disputar com a Itália no próximo dia 6 de Fevereiro, em Zurique, na Suíça. Os 19 convocados são:
- Guarda-redes: Ricardo (Bétis, Espanha), Quim (Benfica) e Rui Patrício (Sporting).
- Defesas: Bosingwa e Bruno Alves (FC Porto), Caneira (Valência, Espanha), Paulo Ferreira e Ricardo Carvalho (Chelsea, Inglaterra), Fernando Meira (Estugarda, Alemanha) e Jorge Ribeiro (Boavista).
- Médios: Petit (Benfica), Raul Meireles (FC Porto), Maniche (Inter de Milão, Itália) e Deco (FC Barcelona, Espanha).
- Avançados: Cristiano Ronaldo e Nani (Manchester United, Inglaterra), Ricardo Quaresma (FC Porto), Nuno Gomes e Makukula (Benfica).

Estamos em guerra? É só negócio...


O Ministério da Defesa concretiza hoje a transferência de 37 Carros de Combate Leopard 2A6 provenientes da Holanda para o Exército Português. O contrato, assinado hoje nas instalações daquele Ministério, é celebrado com o Director Geral da agência da NATO, NAMSA (NATO Maintenance and Supply Agency), o qual, em seguida, assina com o Estado holandês o correspondente contrato de transferência. A aquisição destes veículos representa, segundo uma nota do Ministério da Defesa, "um significativo esforço do Estado Português tendo em vista o reequipamento e modernização das Forças Armadas, com o objectivo de garantir um Exército moderno, adequadamente sustentado, capaz de se adaptar e actuar perante as novas modalidades de conflitos que ameaçam o mundo moderno".
Pelo que ficou dito pelo Ministério da Defesa podemos concluir que Portugal vai enfrentar "novas modalidades de conflito". Será contra a Espanha? Contra a Madeira de Jardim? Os Açores de César? Ou contra as Berlengas?...

É preciso descaramento

Um relatório de uma ONG credível indica que os voos da CIA passaram por Portugal com o conluio das autoridades portuguesas (ver nossa mensagem mais abaixo). A propósito, pronunciaram-se já Manuel Lobo Antunes, secretário de Estado dos Assuntos Europeus, Mário Lino, ministro dos Transportes e Vitalino Canas, porta-voz do PS. Todos eles afirmaram que o relatório "não traz nada de novo e que é ofensivo para com as autoridades portuguesas".
Ofensivo para todos nós é não assumir as responsabilidades e ter pactuado com o transporte de prisioneiros.

Meio-dia (51)


Foto Marcio Graffithy

- Hoje ao meio-dia está um sol maravilhoso...

Socialistas de Coimbra também protestam

Militantes do Partido Socialista/Coimbra criticaram através de um comunicado a "progressiva paralização da discussão política na vida interna partidária", e exortaram os candidatos à liderança da Federação a clarificarem os seus programas. O grupo afirma que "os militantes de base e as concelhias são condicionados em função de diversos tipos de posições assumidas pelos actuais líderes, e as reuniões partidárias, incluindo as do órgão político distrital, primam pela ausência de debate de ideias".

PSD no aeroporto

Certamente embriagada com a localização do novo aeroporto de Lisboa em Alcochete, a comissão política nacional do PSD reune-se hoje em Alcochete. Será que na reunião ir-se-á debater a mudança da sede do PSD para aquela localidade, onde os terrenos já valem mais cinco vezes desde a decisão governamental?

Sócartadas (1)

"A passagem das áreas sem qualquer uso portuário actual ou futuro para a gestão municipal directa e a possibilidade de gestão conjunta de outras de uso misto constitui um momento histórico"

José Sócrates, ontem, em Lisboa

O bando dos quatro


Foto Pedro Saraiva

Na China o "bando dos quatro" ficou célebre por ser constituído por personalidades políticas muito importantes que caíram em desgraça...

Imprensa desportiva (6)

. A BOLA

Hoje nos desportivos


. Manchete: "Leões ficam com Izmailov". Sporting decidiu avançar para a compra do russo e tenta que o Lokomotiv baixe os 3,5 milhões.

. Outros títulos:

. Sporting: Grimi apresentado, "quero ficar para além dos seis meses"

. FC Porto: Quaresma nega zanga com Jesualdo

. Cardozo a um jornal paraguaio: "estou a justificar a aposta do Benfica"

. RECORD

Hoje nos desportivos


. Manchete: "Chega em grande". Makukula prestes a apresentar-se no Benfica, marcou um golo na despedida pelo Marítimo.

. Outros títulos:

. Gosto mais de atacar do que de defender", diz Grimi.

. Quaresma e os adeptos: "não sei o que querem mais".

. Benfica: saiba quem são os homens de confiança de LF Vieira.

. O JOGO

Hoje nos desportivos


. Manchete: "Abraço no balneário". Quaresma nega problemas com Jesualdo Ferreira. "Não gosto de perder".

. Outros títulos:

. Benfica: negócio Makukula está nos detalhes

. Sporting: Grimi agarrou o 18 de Nani.

Vieira é o culpado


A direcção do Benfica, presidida por Luís Filipe Vieira, é a principal responsável "pelo momento menos bom do futebol" dos encarnados. Esta é, pelo menos, uma das conclusões que se retira de um estudo de opinião efectuado pela Eurosondagem, S.A para o DN/O Jogo/ TSF e Sport TV, nos passados dias 24 e 25 de Janeiro.
Além das críticas manifestadas quanto à actuação da estrutura directiva do clube da Luz por 50% dos inquiridos - foram entrevistadas 1 025 pessoas num total de 1 248 tentativas de entrevista -, os resultados mostraram, ainda, pouca satisfação para com o trabalho que está a ser desenvolvido pelo espanhol Jose António Camacho ao comando técnico da equipa do Benfica desde a fase inicial da presente temporada desportiva. Camacho (reuniu uns escassos 6,7% dos votos) foi apenas o quinto treinador mais votado. Neste campo, Jesualdo Ferreira, do FC Porto (31,7%), liderou. Seguem-se-lhe Manuel Cajuda, do Vitória de Guimarães (30,2%), Carlos Carvalhal, do Vitória de Setúbal (10,8%) e, só depois, Paulo Bento, do Sporting, com apenas 9,9%. Jorge Jesus, do Belenenses, foi o menos votado em Janeiro (0,8%).
Quando questionados sobre os recentes assobios que alguns adeptos do FC Porto dirigiram a Ricardo Quaresma no Estádio do Dragão, através dos quais demonstraram o seu descontentamento para com determinadas jogadas do internacional português, 54,6% dos entrevistados saíram em defesa do jogador portista, alegando que Quaresma "não exagera nos lances individuais". E Quaresma (29,3%) foi mesmo eleito o melhor futebolista da Liga portuguesa, em Janeiro.
Já 45,8% dos entrevistados estão convictos de que o avançado argentino Lisandro López (FC Porto) será o melhor marcador do campeonato.

Ana Gomes tinha razão


A eurodeputada socialista sempre se bateu pelo esclarecimento cabal sobre a conivência das autoridades portuguesas no transporte de prisioneiros para Guantanamo. As suas teses também sempre foram combatidas pelo governo de Sócrates e as investigações sobre o assunto nunca passaram do fingimento. Agora ficou claramente provado que Ana Gomes tinha razão.
Portugal terá tido um papel muito mais relevante do que se sabia no transporte de prisioneiros de guerra e/ou suspeitos de terrorismo pelos EUA para a prisão de Guantanamo.
Um relatório da ONG britânica Reprieve ontem divulgado, diz que 728 dos 744 prisioneiros transportados para esta unidade militar norte-americana em Cuba passaram por "jurisdição portuguesa". Ou pisaram mesmo solo nacional aterrando em pistas nacionais ou cruzaram o espaço aéreo.
O relatório da Reprieve inclui os nomes dos prisioneiros transportados bem como os sítios de onde partiram. E ainda lista os 48 voos onde esses prisioneiros foram alegadamente transportados. Pormenores que, até à data, não tinham sido revelados, pelo menos de forma tão sistemática. Desses 48 voos, nove aterraram em Portugal (todos nos Açores, nos aeroportos das Lajes e Santa Maria).
O primeiro voo registado ocorreu em 11 de Janeiro de 2002 (proveniente da base de Morón, em Espanha) e o último em 7 de Maio de 2006. Portanto, os chamados "voos da CIA" atravessaram três governos portugueses: a fase final do de António Guterres (já em gestão corrente), todo o do PSD/CDS e o actual. Mesmo assim, é no governo de José Sócrates (tomada de posse em 12 de Março de 2005) que ocorre o maior número de aterragens em Portugal: cinco. A primeira logo dois dias depois da tomada de posse, a 14 de Março, nas Lajes (ilha Terceira, Açores).
Em 2005 mais três aterragens foram registadas em território português: em 22 de Julho (Lajes), 22 de Agosto (novamente Lajes) e 8 de Setembro (Santa Maria). A última aterragem registada é de 7 de Maio de 2006. Em apenas num dos voos registados como tendo partido de Portugal, a Reprieve apresenta a lista dos respectivos passageiros: três paquistaneses, três iemenitas, um afegão, um saudita e um etíope. As listas preparadas pela ONG recorreram, em parte, ao trabalho já efectuado pela eurodeputada socialista Ana Gomes.
Clive Stafford Smith, director legal da Reprieve (expressão que pode ser traduzida em português por indulto ou comutação de pena), diz no relatório que o Governo português "tem de fazer um sério exame de consciência". "Nenhum destes prisioneiros poderia ter chegado a Guantanamo sem a cumplicidade portuguesa."

Bocas na rua (15)

- Ó Bulhosa, diz-me cá uma coisa?
- Duas, caro Vilhena!
- Não percebo aquela conversa do Costa e do Sócrates de que nos terrenos da zona ribeirinha nada se vai construir e pela conversa deles até parece que vai ser tudo um jardim à beira-mar plantado...
- Também fiquei perplexo com o discurso desses dois e por isso mesmo é que não percebo para que serve o Júdice a presidir ao jardim...

SMS DN (16)

"Agradeço ao dr. Marinho Pinto por ter dito aquilo que eu penso. O zé-povinho precisa dele."

Felismina Afonso, Vila Real

Pode ser formado novo partido de esquerda

Manuel Alegre tem-se movimentado com a intenção de criar um movimento que institucionalize uma tendência política no seio do Partido Socialista. No entanto, há que considerar a possibilidade de vir a ser criado um novo partido político, caso o líder sindicalista Carvalho da Silva entre em rota de colisão com o Partido Comunista. No passado fim-de-semana decorreram várias reuniões quase clandestinas no sentido de "apalpar" o terreno para a possibilidade de juntar apoiantes de Manuel Alegre, de Helena Roseta, de reformadores comunistas, de independentes de esquerda e de sindicalistas não-alinhados com o PCP.
A nova estrutura partidária poderia ser uma alternativa ao Partido Socialista e fundamentalmente poder vir a concorrer às próximas eleições de 2009 com o principal objectivo de retirar a maioria absoluta ao PS. Por outro lado, entre os mentores da criação do novo partido existe a ideia de que para a efectivação da proposta, seria necessário que Alegre abandonasse o PS e que Carvalho da Silva deixasse o PCP. Este novo partido poderia ainda contar com o apoio tácito de Mário Soares, sem que este abandonasse o PS, o qual por diversas vezes tem demonstrado a sua admiração por Carvalho da Silva como "um grande herói de esquerda".
Os mesmos mentores do novo partido também foram peremptórios em afirmar numa das reuniões realizadas, de que "se Carvalho da Silva continuar ligado ao PCP tudo irá por água abaixo".

Pacheco Pereira e Mário Soares batem na mesma tecla

Mário Soares e Pacheco Pereira estiveram ontem no Norte do país e ambos memorizaram a política de Sá Carneiro. Os dois políticos foram unânimes em afirmar que o primeiro líder do PSD não se reconheceria nestas políticas de marketing que agora são levadas a efeito, denominando o actual procedimento das hostes sociais-democratas como "política de plástico", a qual pode ser um grave perigo para a subsistência da democracia.

Cravinho devagarinho

O ex-deputado socialista João Cravinho concedeu uma entrevista à Antena 1 através da qual se mostrou agastado com o seu Partido Socialista. Assim, devagarinho, lá vai mostrando como afinal existiram grandes fracturas com os seus pares quando abandonou o Parlamento. E devagarinho lá foi metendo o cravinho dizendo a dado passo:
"Quando apresentei as propostas contra a corrupção encontrei uma grande muralha de indiferença e de ignorância".

segunda-feira, janeiro 28, 2008

A mais bela da América

Foto EFE

Uma estudante de música de Michigan, Kirsten Haglund, tornou-se na nova Miss América. Haglund, de 19 años, conquistou a coroa de prata numa cerimónia realizada no casino-hotel Planet Hollywood de Las Vegas, depois de derrotar as representantes de Indiana, Nicole Elizabeth Rash e de Washington, Elyse Umemoto.

Rock in Rio: em Espanha é a sério


Roberto Medina, presidente do Rock in Rio e Ginés López Rodríguez, alcaide da localidade madrilenha de Arganda del Rey, apresentaram hoje o local das obras onde vai funcionar o maior festival internacional de música, que decorrerá nos dias 27 e 28 de Junho e 4, 5 e 6 de Julho. "Seguimos um modelo que não existe em nenhum outro lugar, é o maior espaço do mundo para um megaconcerto", declarou Medina sobre os 200.000 metros quadrados de descampado onde se edificará "a cidade do rock", um investimento de 30 milhões de euros.
Trata-se de criar um espaço limpo, aberto, confortável e com atracções de vária ordem. Não faltará uma pista de gelo para a prática do snowboard, um hospital, parque infantil, 8.000 metros quadrados para tendas e 3.000 de restaurantes, ocupando uma área de 79,7 km2 a 25 quilómetros de Madrid. Para cada concerto espera-se uma assistência de 100.000 pessoas. Para já a organização confirmou a presença dos Police.


ZON é novo nome da PT Multimédia


ZON é o novo nome que a partir de amanhã será assumido pela PT Multimédia. A nova marca corporativa foi trabalhada pela My Brand, ao passo que todos os produtos da ZON serão publicitados pelo BBDO.
Nos próximos anos, a empresa pretende reforçar a aposta nos conteúdos – o que poderá passar, entre outros cenários, por uma parceria com a Controlinveste ou a Cofina no quinto canal de televisão em sinal aberto. Além disso, a nova ZON pretende até 2010 atingir 1000 milhões de euros de receitas, gerar um EBITDA (lucro antes de impostos, juros, amortizações e depreciações) de 345 milhões de euros e conquistar 675 mil clientes no negócio da voz fixa, entre outras metas. Além da TV Cabo, a ZON Multimédia é proprietária dos Cinemas Lusomundo e mantém uma parceria com a Impresa na SIC Notícias. As restantes áreas de negócio são a banda larga (NetCabo) e a voz fixa, na qual é concorrente directa da incumbente (e antiga casa-mãe) Portugal Telecom.

Sócrates voltou a ser assobiado

O primeiro-ministro voltou hoje a ser assobiado e apupado no Porto. No entanto, José Sócrates diz que não se intimida com as manifestações organizadas pela CGTP, que reduziu a "fitas para as televisões filmarem".
"A CGTP acha que me intimida colocando manifestantes a gritar insultos, mas comigo isso não resulta, não me deixo intimidar com este tipo de actuações", afirmou Sócrates, em declarações aos jornalistas no Porto, depois de ter presidido à criação do Instituto de Inovação e Investigação de Saúde (IIIS). O chefe do governo foi recebido à entrada da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte por uma centena de manifestantes, que o apuparam e vaiaram.
"Não me deixo intimidar, nem me desvio do meu caminho com estas manifestações e insultos", frisou. José Sócrates salientou ainda que estas iniciativas da CGTP "são actuações a que o país já se habituou".
"Há 30 anos que faz as mesmas fitas, apenas para as televisões filmarem", frisou.